Clipping

EUA ampliaram exportação de etanol em agosto

Os Estados Unidos aumentaram suas exportações de etanol em agosto em relação a julho, apesar de Brasil e China, seus maiores mercados no exterior para o produto, não terem sido contemplados com nenhum embarque no mês. Os EUA são os maioress exportadores de etanol do mundo e a principal origem das importações brasileiras.

De acordo com dados do Departamento do Comércio americano compilados pela Associação de Combustíveis Renováveis (RFA, na sigla em inglês), os EUA embarcaram 119,5 milhões de galões de etanol em agosto, um aumento de 15% em reação a julho. Entre os principais destinos apareceram o Canadá, que já costuma ser um importante mercado para o biocombustível americano, a Holanda e os Emirados Árabes Unidos.

As exportações para o Canadá somaram 30 milhões de galões. Com isso, o Canadá foi o principal destino das vendas, embora o volume tenha caído 20% sobre o mês anterior. Em segundo lugar, aparece a Holanda, para onde foram exportados 17,6 milhões de galões de etanol, e em terceiro os Emirados Árabes Unidos, com 15 milhões de galões. Juntos, esses três destinos representaram 52% dos embarques americanos no mês.

No acumulado do ano, os EUA exportaram 1,15 bilhão de galões de etanol.

Pelo segundo mês seguido, o país recebeu importações de etanol, o que não havia ocorrido no início do ano. Em agosto, os EUA importaram 23,1 milhões de galões de etanol anidro, o maior volume importado em 35 meses. Quase tudo (21,6 milhões de galões) foi importado do Brasil, enquanto 1,6 milhão de galões chegaram da Guatemala. No ano, foram importados 37,1 milhões de galões de etanol pelos EUA.


Fonte: Valor Econômico