Clipping

EUA impõem tarifa antidumping preliminar a biodiesel da Argentina e Indonésia

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos decidiu impor tarifas antidumping preliminares ao biodiesel importado da Argentina e da Indonésia, informou o Conselho Nacional de Biodiesel (NBB, na sigla em inglês). As tarifas variam de 54,36% a 70,05% para o biocombustível importado da Argentina, dependendo do produtor/exportador envolvido, e foram estipuladas em 50,71% para o produto da Indonésia. O valor dessas tarifas terá de ser depositado em dinheiro por importadores quando a medida for publicada oficialmente na semana que vem.

A decisão representa mais um golpe para as indústrias argentina e indonésia de biodiesel. Em agosto, o Departamento de Comércio já tinha imposto tarifas preliminares entre 50,29% e 64,17% para o biodiesel importado da Argentina e entre 41,06% e 68,28% para o produto da Indonésia, por considerar que os dois países oferecem subsídios a seus produtores do biocombustível.

A investigação foi requisitada por uma coalizão formada pelo Conselho Nacional de Biodiesel e 15 produtores domésticos do biocombustível. Segundo o NBB, as importações de biodiesel da Argentina e da Indonésia aumentaram 464% entre 2014 e 2016, reduzindo em 18,3 pontos porcentuais a participação de mercado de fabricantes norte-americanos. Já as importações do produto argentino subiram 144,5% após a coalizão solicitar o início de investigações, disse o conselho.

A determinação final do Departamento de Comércio sobre as tarifas para compensar os subsídios deve ser anunciada no começo de novembro, disse o conselho. Já a decisão final sobre as tarifas antidumping é esperada para o começo do ano que vem.


Fonte: Estadão Conteúdo