Clipping

Exportação de soja, açúcar e petróleo do Brasil já supera total de junho de 2019

Postado em 22 de Junho de 2020

As exportações brasileiras de soja alcançaram 9,37 milhões de toneladas nas três primeiras semanas deste mês (14 dias úteis) e já superam o volume total embarcado em junho de 2019 (19 dias úteis), quando somaram 8,5 milhões de toneladas, conforme dados do governo federal divulgados nesta segunda-feira.

O mesmo cenário ocorreu com as vendas externas de açúcar e petróleo.

A média diária dos embarques da oleaginosa aumentou 48,6%, 670 mil toneladas, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), em meio à ampla demanda chinesa pelo grão.

Também apoiadas pelas compras da China, as exportações de açúcar, carne bovina e suína cresceram no período.

A média diária de embarques de açúcares saltou 87,36% até a terceira semana de junho, ante o mesmo mês de 2019, para 151,8 mil toneladas.

Com isso, as vendas externas de açúcar acumulam 2,12 milhões de toneladas neste mês e superam o total embarcado em junho do ano passado, de 1,53 milhão de toneladas, segundo a Secex.

No setor de proteína animal, a média diária de embarques de carne bovina aumentou 27% para 7,65 mil toneladas, enquanto a média diária para o suíno avançou 41,3%, para 4,2 mil toneladas.

Outro destaque no comércio internacional vai para o petróleo, cuja média diária de embarques nas três primeiras semanas de junho subiu 50%, para 285,7 mil toneladas. Desta forma, o país acumula 4 milhões de toneladas exportadas, ante 3,6 milhões de toneladas registradas em junho de 2019.

Na ponta negativa, a média diária de embarques de milho caiu expressivos 95,3%, para 2,9 mil toneladas, somando somente 41 mil toneladas exportadas em três semanas, ante 1,2 milhão de toneladas em junho do ano passado —quando a colheita da segunda safra 2018/19 estava mais avançada.

A média diária de exportações de café baixou 17,5% para 7,3 mil toneladas, totalizando 103 mil toneladas (1,71 milhão de sacas de 60 kg) embarcadas até a terceira semana deste mês.

Na indústria extrativa, a média das vendas externas de minério de ferro caiu 3,6% no período avaliado, para 1,5 toneladas. No acumulado do mês, o embarque somou 21 milhões de toneladas.

Por Nayara Figueiredo


Fonte: Reuters