Clipping

Exportações do agro foram inferiores ao último ano, diz Consultoria

Postado em 12 de Dezembro de 2020

A Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgou as exportações do agronegócio do mês de novembro/20, que somaram 7,9 bilhões de USD,1,5% inferior em relação à Nov/19. Contudo, no acumulado do ano, o valor exportado soma USD 93,6 bilhões,15,3% acima do acumulado do ano anterior.

Os principais destaques na valorização de preços em USD no mês em relação ao mesmo período do ano passado foram; farelo de soja (+10,6%), couros (+8,6%), milho (+7,1%) e carne suína in natura (+2,9%). Em direção oposta, as maiores variações negativas foram para o sucos de laranja (NFC) (-20,8%), carne de frango in natura (-16%), fumo (-15,8%) e etanol (- 11,5%) frente ao mesmo período do ano anterior. Mesmo com reajustes negativos expressivos, vale mencionar que a desvalorização cambial foi de 31,5% no período.

Já em relação aos volumes exportados, os destaques do mês foram novamente o setor sucroenergético: etanol (+74,5%), açúcar bruto (+61,4%) e açúcar refinado (+56,5%), além do fumo (+68,4%) quando comparados com Nov/19. Outros destaques foram o café verde (+39,5%) lácteos (+33,1%) e a carne suína in natura (+32,4%) frente ao mesmo período do ano anterior. Por outro lado, as maiores variações negativas em volume no mês foram soja em grãos (-70,3%), óleo de soja (-38,8%) e suco de laranja (-37,4%) comparado com Nov/19

O aumento expressivo do volume de exportação dos adoçantes tem sido em função de uma safra brasileira com mix açucareiro bastante elevado.Os principais destinos destes volumes produzidos foram a China, Indonésia e Malásia. Contudo, dentre os produtos do complexo sucroenergético, apenas o açúcar bruto teve uma variação positiva nos preços do mês comparado com Nov/19 de 0,9%, enquanto o etanol e açúcar refinado variaram negativamente em 11,5% e 5% respectivamente.

No complexo de proteínas animais, todos os produtos apresentaram volumes maiores no mês, com destaque para carne suína in natura com aumento de 32,4% em volume e preços 2,9% superiores a Nov/19. Já a carne bovina in natura e carne de frango in natura, mesmo com volumes maiores, apresentaram preços inferiores no mesmo período do ano passado em 9% e 16% respectivamente. O volume exportado do café verde em novembro somou 275 mil toneladas representando um aumento de 39,5% frente ao ano passado, e os preços em USD foram 1,7% superiores.

No milho os volumes exportados totalizaram 4,9 milhões de toneladas, representando um embarque 19,1% superior ao mesmo período de 2019. Em relação aos preços em USD, também se valorizaram em 7,1% no mês.

Por fim, no complexo soja, os volumes de exportação nos grãos e óleo de soja continuaram em queda no mês de novembro refletindo a baixa disponibilidade no país. Já o farelo de soja, os embarques foram 19,3% acima de Nov/19 com valorização no preço em 10,7%

Informações são da Consultoria Agro Itaú.


Fonte: Agrolink