Clipping

Falta pouco para Bolsonaro sancionar ou recusar novo fundo para o agro

Postado em 11 de Fevereiro de 2021

Falta pouco para o produtor rural ter ampliado o leque de opções para captação de recursos financeiros fora do sistema público e bancário, com a aprovação pelo Senado, ontem (10), de Projeto de Lei sobre o Fundo de Investimentos do Agronegócio (FIAgro).

A proposição, pensada nos moldes do FIIs (imobiliário), ainda terá alguns destaques para ser votados antes de seguir à sanção presidencial.

O instrumento, de autoria do deputado Arnaldo Jardim (Cidadania-SP), pensa no aumento do interesse de investidores em apostarem no agronegócio, responsável por segurar a economia brasileira em meio à crise sistêmica da pandemia.

E, além de dotar o agronegócio de outras alternativas de busca de recursos, também favorece a entrada do empreendedor rural no mercado financeiro.

A contrapartida do FIAgro é que os produtores ofereçam garantias físicas, da propriedade e das safras, na venda cotas do fundo.

Portanto, a gestão patrimonial e da produção serão mais exigidas, assim como na capacitação e tecnologias, aumentando o poder de profissionalização do setor.

 


Fonte: Money Times