Clipping

FCStone projeta produção recorde de açúcar no centro-sul do Brasil

Postado em 3 de Junho de 2020

A produção de açúcar no centro-sul do Brasil na temporada 2020/21 deverá atingir um recorde de 37,4 milhões de toneladas, com aumento de quase 40% na comparação anual, à medida que a principal região produtora do país está aumentando o total de cana destinado para a fabricação do adoçante, enquanto o mercado de etanol sofre com o impacto das medidas para combater o coronavírus.

Caso o total previsto de açúcar seja confirmado, o volume superaria a maior marca anterior, de cerca de 36 milhões de toneladas, registrada na safra 2017/18, segundo a FCStone, que em março havia projetado uma produção de 33,1 milhões de toneladas, já considerando que o “mix” da temporada atual seria mais açucareiro.

A produção, assim, superaria em mais de 10 milhões de toneladas o volume da safra passada, de 26,8 milhões de toneladas.

A FCStone considerou que a moagem de cana deverá atingir 597,8 milhões de toneladas, estável ante projeção de março, mas com um aumento na comparação com as 590,4 milhões de 2019/20.

A produção total de etanol no centro-sul do Brasil, por sua vez, deverá cair 15,5% na comparação anual, para 28,1 bilhões de litros (do combustível de cana e milho), ante 30,6 bilhões na projeção de março.

A queda na produção de etanol ocorre com as usinas destinando 47,2% da cana para produção de açúcar, versus 42,1% na previsão anterior e 34,3% na temporada anterior, segundo a FCStone.

Por Roberto Samora


Fonte: Reuters