Clipping

FMC realinha a estrutura da liderança para a América do Norte e América Latina

A FMC Corporation (NYSE: FMC) anunciou nesta quinta (13) o realinhamento da estrutura da liderança das regiões na América do Norte e América Latina. Ronaldo Pereira, presidente da FMC América Latina, foi nomeado presidente da nova região das Américas, que abrange os Estados Unidos, o Canadá, e as Américas Central e do Sul. Pereira continuará a reportar para Mark Douglas, presidente e diretor de operações da FMC. Devido ao realinhamento da liderança, Amy O'Shea, vice-presidente e diretora de negócios para a América do Norte, deixará a organização em busca de outras oportunidades.

"A região das Américas inclui dois dos maiores mercados da FMC, os Estados Unidos e o Brasil", disse Douglas. "Como nossa empresa continua a crescer e a expandir-se nas Américas, há uma necessidade crescente de alinhar e concentrar nossas organizações comerciais nos países e nos clientes chave. A liderança executiva comum auxiliará a promover uma gestão de contas e um alinhamento mais sólido." Douglas acrescentou: "Além disso, vemos uma maior necessidade de alinhar nossas estratégias em determinadas culturas agrícolas de grande volume, incluindo a soja, especialmente nos EUA, Brasil e Argentina".

Pereira é um veterano no setor da proteção de lavouras, com ampla experiência comercial. Iniciou sua carreira na FMC em 1995 e atuou em várias posições nas áreas de marketing, desenvolvimento de negócios e administração geral na América Latina e a nível global. Foi nomeado vice-presidente da FMC em 2017.

"Gostaria de reconhecer a liderança de Amy O'Shea na região da América do Norte durante os últimos três anos e suas inúmeras contribuições para a FMC. Durante sua permanência, Amy ajudou a desenvolver nossa empresa e foi instrumental no sucesso da integração das equipes comerciais dos Estados Unidos e Canadá como parte da transação de proteção às culturas agrícolas da DuPont. Desejamos-lhe sucesso contínuo em sua carreira", disse Douglas.

A FMC anunciou também que Marcelo Magurno, diretor de negócios da região norte do Brasil, foi nomeado diretor de negócios para o país. Suas novas responsabilidades mais abrangentes incluem a supervisão de todos os recursos e estratégias comerciais no Brasil, incluindo vendas e marketing. Em sua nova posição, Magurno colabora com mais de 25 anos de experiência no setor de proteção às culturas agrícolas.

O realinhamento e os novos papéis de liderança executiva nas Américas entram em vigor no dia 1º de julho de 2019.

Por Larissa Albuquerque

 


Fonte: Grupo Cultivar