Clipping

Forte massa de ar polar invade o centro-sul do Brasil

Análise das condições do tempo da última semana:
 
As chuvas que ocorreram em praticamente todas as regiões produtoras do Brasil na semana passada, elevaram os níveis de umidade, beneficiando todas as lavouras de 2ª safra, como milho, feijão´, algodão, café, cana de açúcar e citros. Apesar da colheita ser prejudicada por conta destas chuvas, não houve relatos de perdas de produtividade e/ou qualidade em nenhuma cultura.
 
As temperaturas ficaram mais amenas no final da semana passada em todo o centro-sul por conta da presença de uma massa de ar polar.    
 

Previsão para os próximos dias no Brasil:

Pelas imagens de satélite é possível observar uma frente fria avançando pela faixa oeste e sul do Rio Grande do Sul bem como áreas de instabilidade sobre Rondônia e Mato Grosso.
 
A previsão é de chuva na região da BR-163 no Mato Grosso, bem como no norte de Goiás e noroeste de Minas Gerais. Também há previsão de pancada bem irregular no oeste da Bahia e principalmente na faixa norte do Nordeste.
 
Essas chuvas no MT, GO e MG estarão beneficiando muito as lavouras de milho safrinha, pois manterão os solos com bons níveis de umidade. Porém, alguns produtores já começam a se preocupar com o algodão safra – plantado em dezembro, pois esse excesso de umidade poderá acarretar o apodrecimento de alguns pontos florais da parte inferior da planta.
 
No Sul, o avanço da frente fria irá deixar o tempo bastante instável ao longo desta segunda e terça-feira, onde os trabalhos de colheita novamente serão interrompidos, assim, como o plantio do trigo do Paraná. Na quarta-feira o tempo voltará a abrir e os prejuízos serão mínimos. Muitos produtores gaúchos de arroz já começam a ficar preocupados, uma vez que essas chuvas já começam a trazer prejuízos pontuais a alguns talhões, principalmente na qualidade dos grãos.
 
Com o avanço da frente fria pela região Sul e Sudeste ao longo desta semana, há previsão de chuva generalizada sobre as regiões produtoras de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia, bem como no Pará e em boa parte do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Com isso, lavouras de 2ª safra, especialmente o milho terão plenas condições de desenvolvimento o que garante uma super safra este ano. Há previsão de chuva para as áreas de cana de açúcar e a colheita deverá ser paralisada, mas como serão chuvas de curta duração não deverão ocorrer prejuízos aos produtores.
 

Primeira onda de frio da temporada

 
O grande destaque desta semana será o frio. Após a passagem desta frente fria, uma massa de ar polar de intensidade um pouco mais forte avança pela região centro-sul do Brasil a partir de quarta-feira (26) e provoca o declínio acentuado das temperaturas mínimas nas madrugadas de quinta e sexta-feira. Tanto no Rio Grande do Sul quanto em Santa Catarina, os termômetros irão marcar temperaturas abaixo dos 5°C em muitos municípios. Não há riscos para formação de geadas em nenhuma localidade produtora de milho safrinha, café e/ou cana de açúcar, até porque nessas áreas as temperaturas não deverão cair abaixo dos 10°C. Vale lembrar que deverá ser a primeira grande onda de frio da temporada.
 


Fonte: Climatempo