Clipping

Gasolina mais cara e o Etanol mais barato

Os preços médios do etanol hidratado recuaram em 17 Estados e no Distrito Federal na semana passada, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. Em outros nove estados houve alta.

Na média, os postos brasileiros pesquisados pela ANP apresentaram uma redução de 1,80% no preço do etanol na semana. Em São Paulo, principal Estado em produção e consumo, houve recuo de 2,30% no período. A cotação média do hidratado variou de R$ 2,869 para R$ 2,803 o litro.

Como a gasolina está com preço elevado, surge sempre a dúvida dos proprietários de veículos flex: abastecer com etanol ou gasolina? Em teoria, se o valor do etanol for menor que 70% do valor da gasolina, ele é a opção mais vantajosa. Esta porcentagem é um valor estimado e que varia conforme o modelo do carro.

Para achar este percentual basta dividir o preço do mais barato (etanol) pelo mais caro (gasolina). Se a conta resultar em 0,7 ou menos é vantagem abastecer dom etanol. Se o resultado for maior que 0,7, use a gasolina.

Mas, além do preço, é importante ficar atento a outros detalhes. O etanol, por ser um biocombustível renovável é a opção mais adequada na proteção ao meio ambiente e, portanto, excelente opção para a sustentabilidade. É composto a partir de matérias-primas, principalmente a cana-de-açúcar, que produz o álcool,  mas também são possíveis os aproveitamentos do milho, da beterraba, da aveia, do arroz, da cevada, entre outros.

Por gerar mais autonomia ao carro com o tanque cheio, a gasolina sempre costuma ser a melhor opção quando o objetivo é percorrer longas distâncias sem a necessidade de abastecer com frequência. A gasolina dá ao carro maior autonomia e eficiência energética. Portanto, cabe à cada motorista fazer a sua escolha na hora de abastecer.

 

 


Fonte: Revista Exame Online