Clipping

Governo propõe leilão de energia A-4 com hidrelétricas, biomassa, solar e eólica

O governo pretende que o leilão de energia A-4 previsto para 27 de junho seja aberto à contratação de projetos hidrelétricos, usinas eólicas e solares e térmicas à biomassa, segundo publicação do Ministério de Minas e Energia no Diário Oficial da União desta segunda-feira.

A pasta divulgou uma portaria com diretrizes sobre o leilão que ficará em consulta pública pelo prazo de 10 dias, durante o qual interessados poderão apresentar sugestões de aprimoramento.

O certame tem como objetivo viabilizar a contratação de novos projetos de geração para atender à demanda das distribuidoras de energia a partir de 2023.

O ministério também disse que foi aberto processo de cadastramento e habilitação técnica de investidores interessados na licitação, com prazo até 5 de abril.

O último leilão A-4, realizado em abril do ano passado, viabilizou a contratação de projetos com um cerca de 1 gigawatt em capacidade instalada, que precisarão entrar em operação até 2022. Os empreendimentos devem demandar investimentos de cerca de 5,3 bilhões de reais.

As licitações brasileiras para novos projetos de energia têm atraído forte interesse de investidores nos últimos anos, com grande participação de elétricas locais e principalmente multinacionais.

No A-4 do ano passado, destacaram-se entre os vencedores grupos como a canadense Canadian Solar, a francesa EDF e a espanhola Elecnor.

Confira a íntegra da publicação no Diário Oficial da União:here

Por Luciano Costa

 

 

 

 

 


Fonte: Reuters