Clipping

Green Plains processa ADM por suposta manipulação do mercado de etanol

Postado em 15 de Julho de 2020

A Green Plains, uma das maiores produtoras de etanol dos Estados Unidos, processou a Archer Daniels Midland na terça-feira, acusando a trading internacional de grãos de manipular o preço do biocombustível para lucrar com suas posições no mercado de derivativos.

A Green Plains protocolou a proposta de ação coletiva junto ao Tribunal Distrital do Nebraska, onde também afirmou que autoridades de alto escalão da ADM tinham conhecimento das alegadas manipulações.

Em e-mail enviado à Reuters, a ADM disse que não comenta litígios pendentes.

O processo busca uma indenização não especificada por danos. O litígio ocorre depois de a Reuters noticiar que as vendas de etanol da ADM levaram operadores a reclamar com a S&P Global Platts, que fornece valores de referência para contratos físicos do biocombustível em diferentes pontos de entrega nos EUA.

Segundo a acusação da Green Plains, a ADM estava vendendo etanol de forma agressiva no mercado físico do terminal de Argo, próximo a Chicago, e cronometrando as vendas para 30 minutos antes do fim das operações.

A Green Plains disse também que a ADM congestionou o terminal com suas barcaças para sufocar as ofertas de concorrentes e influenciar o preço nos mercados "spot" e futuros do etanol.

Um processo semelhante foi aberto em setembro do ano passado pela AOT Holding AG, uma empresa suíça com uma trading subsidiária de energia, em um tribunal federal de Illinois, buscando indenização de até 6,33 milhões de dólares.


Fonte: Reuters - retirado do Portal Extra