Clipping

Green Pool eleva para 7,14 milhões de t projeção de superávit global de açúcar

A consultoria em commodities Green Pool elevou para 7,14 milhões de toneladas sua estimativa para o superávit global de açúcar na temporada 2017/18. O volume representa 28% mais em relação à estimativa de maio e superou as projeções da Organização Internacional do Açúcar, que calculou superávit de 4 milhões de toneladas, e também ficou acima do que espera o Rabobank (2,7 milhões de toneladas) e a F.O. Licht (5,4 milhões de toneladas).

De acordo com a Green Pool, a atualização reflete a alta de 6% na produção, que ficou bem acima dos ganhos de 1,5% na estimativa de consumo. Preços mais remuneradores em 2016, assim como condições climáticas favoráveis, impulsionaram a produção, disse a Green Pool. Enquanto isso, a consultoria espera que o consumo global do alimento seja prejudicado pelos preços maiores e por tarifas e impostos mais elevados.

Na atualização, a consultoria manteve seu otimismo para a produção do adoçante no Brasil, apesar das recentes mudanças na tributação de biocombustível, que aumentou a lucratividade do etanol. “Seria preciso uma queda muito mais acentuada nos preços do açúcar para mudar a atual perspectiva.” Além disso, a estimativa de produção para a Tailândia foi revisada para cima tanto nesta temporada quanto na próxima. O país está passando por um período favorável de chuvas de monções após a seca decorrente do fenômeno climático El Niño.

Para a China, a perspectiva de produção ficou estável. Isso ocorreu no mesmo dia em que os novos números chineses de importação mostraram uma queda de 85% na comparação anual no volume de açúcar que entrou no país. Em julho, o montante importado foi de 59,533 mil toneladas, o mais baixo desde junho de 2013, de acordo com a ING, em nota publicada nesta manhã.

A Green Pool também ajustou sua perspectiva para a temporada 2016/17, que deve ser de um déficit de 2,08 milhões de toneladas, ante projeção de 2,04 milhões de toneladas no relatório divulgado em junho. Fonte: Dow Jones Newswires.


Fonte: Estadão Conteúdo