Clipping

Grunner amplia frota de equipamentos em operação nesta safra

Postado em 29 de Abril de 2021

Nesta safra, a frota Grunner evitará o consumo de 3,2 milhões de litros de óleo diesel, com consequente redução na emissão de CO2 equivalente

Na safra 21/22, a Grunner ampliará substancialmente a frota de equipamentos autônomos nível II em operação nos canaviais brasileiros, consolidando-se no mercado de equipamentos autônomos para conferir maior produtividade, segurança e sustentabilidade na operação de transbordo de cana e aplicação de vinhaça localizada.

Mateus Belei, Diretor Comercial e Marketing da Grunner, considera que a empresa atinge um novo patamar em sua história ao ampliar a frota de equipamentos. “Acreditamos que o desenvolvimento sustentável do setor sucroenergético passa pela adoção das tecnologias voltadas para o aumento de produtividade com sustentabilidade. Nossos equipamentos privilegiam a segurança e bem-estar do operador, a redução dos impactos no solo e na planta que prejudicam a produtividade e, especialmente, na redução das emissões de CO2 pelo consumo de até 40% menos de combustível e 50% menos de óleos lubrificantes. Tudo isso leva a um menor custo de operação, fechando o ciclo sustentável para o produtor.” 

Maior presença, mais resultados

O investimento na ampliação da frota Grunner foi feito por diversas Usinas. Algumas ampliaram a frota e outras adquiriram suas primeiras unidades.

A Raízen, através de parceria com a Ouro Verde, ampliou a frota Grunner para operação no transbordo e na aplicação de vinhaça. Para o seu gerente corporativo de Operações Agrícolas, Rodrigo Morales, a substituição de tratores por equipamentos transbordo foi motivada tanto por ganhos no curto prazo, devido à redução no consumo de combustível e aumento da eficiência, quanto por ganhos de médio prazo, referentes à redução dos custos de manutenção e, principalmente, à diminuição significativa do pisoteio, o que garante maior produtividade, e longevidade do canavial. “Para a Raízen, a sustentabilidade é parte fundamental dos negócios, fazer mais com menos, atrelado às tecnologias avançadas, é um trabalho contínuo que gera valor ao meio ambiente, assim como contribui para toda a cadeia produtiva na qual estamos inseridos”, ressalta Morales.

Economia de 4,2 milhões de litros de óleo diesel

O Grunner utiliza 40% menos de combustível na operação de transbordo, se comparada ao conjunto trator-reboque. Considerando a frota atual em operação, nas safras 19/20, 20/21 e 21/22, as lavouras onde o Grunner está deixarão de utilizar cerca de 4,2 milhões de litros de óleo diesel.

Também o uso de óleos lubrificantes é 50% menor no Grunner, uma vez que a troca de óleo é feita a cada 600 horas, equivalente a mais do que o dobro do tempo em que é feita em tratores.

Esses dois itens são responsáveis por uma sensível economia no uso de produtos fósseis e por evitar a emissão de CO2 na atmosfera.

Somado o resultado financeiro às questões ambientais, o Grunner é um equipamento que colabora para a sustentabilidade da empresa que o elege como aliado para mudar a sua operação para um novo patamar de produtividade, custos e respeito ao meio ambiente e sociedade.  

Conheça o equipamento

No setor sucroenergético, o Grunner está apto para as operações de transbordo de cana, aplicação de fertilizantes líquidos (vinhaça localizada) e distribuição de insumos sólidos.

Ele possibilita zero pisoteio nas linhas de cana, redução de mais de 40% no consumo de diesel, 30% a mais de agilidade nas manobras, maior eficiência logística e redução nos custos de operação em até 40%.

Isso graças às suas características inovadoras: 

  • Tecnologia de georreferenciamento e tráfego controlado 
  • Direção autônoma e sistema pneumático, que possibilita o tráfego em terrenos irregulares com segurança para a operação e o operador;
  • Customização das bitolas para atender os diversos espaçamentos dos canaviais 
  • Menor peso bruto total do que o trator (operando nas mesmas condições de transbordo), gerando menor compactação do solo, maior preservação da área de canteiro da cana e retomada mais rápida da operação nos pós chuvas
  • Pneus 20% menores do que os do trator, o que reduz a área de tráfego e aumenta a sua distância para a linha de da planta; 
  • Maior velocidade no deslocamento para transbordamento e nas trocas de frente 
  • Vida útil 33% maior do que a vida útil do trator (6 anos para o trator e 8 anos para o caminhão) em boas condições de manutenção. 

O Grunner privilegia também a segurança e conforto para os operadores. Bancos ergométricos e ajustáveis, ar-condicionado, amplo espaço interno, isolamento acústico e de poeira são diferenciais que colaboram para a melhor condição do operador. Como na maior parte do tempo a direção é autônoma, o operador atua como um administrador da operação. Para esse novo formato de trabalho, ele recebe capacitações, o que lhe garante crescimento e valorização profissional.

Esses diferenciais tornam o Grunner um grande aliado para o aumento da produtividade e longevidade do canavial. 

Sobre a empresa

A Grunner tem sede em Lençóis Paulista - SP e foi criada por produtores de cana visando o aumento da produtividade dos canaviais. Sua estratégia é estar perto da operação de seus clientes para desenvolver soluções inovadoras e tecnológicas que impulsionarão o seu Negócio de forma sustentável.  

Para saber mais sobre a Grunner, acesse o site e LinkedIn.


Fonte: Assessoria