Clipping

Grupo Cosan suspende fixações de preços do açúcar diante de baixa nas cotações

A Cosan informou nesta quinta-feira que o grupo parou de fixar preços do açúcar bruto devido a cotações internacionais mais baixas, que atingiram mínimas de um ano recentemente em Nova York.
 
A diretora de Relações com Investidores da Cosan, Paula Kovarsky, disse ainda que as fixações do grupo, um dos donos da Raízen, maior companhia de açúcar e etanol do Brasil, voltarão quando a empresa observar valores apropriados no mercado.
 
Ela afirmou também não ver razão para preços do açúcar caírem, considerando oferta global.
 
O centro-sul do Brasil, maior produtor e exportador mundial de açúcar, está apenas no início da safra. Com um atraso na moagem, a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) registrou queda acentuada na produção do adoçante em abril.
 
A executiva ressaltou que as chuvas atrasaram a moagem em abril, mas deverão beneficiar as produtividades das lavouras ao final da safra.
 
Paula falou durante teleconferência para apresentar os resultados da empresa, que registrou lucro líquido de 205 milhões de reais no primeiro trimestre.

 
A diretora da Cosan afirmou ainda que empresa está investindo em infraestrutura para importação de diesel e gasolina no Brasil para se preparar para um possível déficit de combustíveis no futuro. 

Fonte: Reuters