Clipping

H.Commcor: Relatório Semanal – Açúcar e Etanol

O mercado de açúcar andou bastante parado desde o nosso último relatório, com volumes baixos por conta das festas de final de ano.

Na primeira semana de Janeiro de 2019, vimos o açúcar trabalhar num range de 72 pontos, fazendo a máxima em 12,41 cts/lb e a mínima em 11,69 cts/lb.
No ano de 2018, o açúcar fechou com uma queda impressionante de 21%.

Porém há melhores expectativas para 2019, com as reduções de safras ao redor do mundo, após um clima considerado fora do padrão em 2018.

A grande dúvida do mercado está em como será a próxima safra do C/S do Brasil, com o clima bastante seco ano passado, a moagem da cana avançou bastante, não deixando cana pronta para o início da safra no Paraná, o que geralmente, acontece em meados de março, início de abril. Assim como no Paraná, outras regiões devem ter a mesma dificuldade. O que irá guiar os preços do açúcar esse ano, será a resolução das usinas em desviar maior número de cana para a produção de açúcar ou de etanol.

Com a atual conjuntura, de petróleo se recuperando e dólar perdendo força contra o real, há expectativa de que a safra seja, novamente, mais alcooleira, o que tiraria a pressão sobre o açúcar e ajudaria a elevar o preço mundial do produto.

Ainda é cedo para termos essa decisão, por enquanto só nos resta esperar.

Sugar No. 11 Futures – Março 19 (SBH9): Dados Históricos (2 anos)

Fonte: ICE FUTURES U.S.

 

Por Luiz Eduardo de Paula, Alex Udiloff, Alessandro Gimenes, Fabiana Traina, Henrique Teixeira


Fonte: H. Commcor DTVM