Clipping

Herbishow 2019: saiba tudo o que as empresas apresentaram no evento

Na semana passada o Grupo IDEA realizou mais uma edição do Herbishow, o Seminário sobre o Controle de plantas daninhas na cana-de-açúcar. O evento, além de apresentar novidades e lançamentos exclusivos, contou com palestras de renomados nomes do setor.

Este ano o evento teve recorde de público. O Herbishow 2019 recebeu mais de 800 pessoas, todas aptas para receber e debater conhecimentos sobre o controle das plantas daninhas nos canaviais. Todos presenciaram diferentes temáticas que abrangem a competição nos canaviais, por exemplo, manejo inteligente das plantas daninhas nas etapas do processo produtivo, soluções econômicas para controle da matocompetição, tecnologias para o manejo de plantas daninhas de difícil controle, combate às diferentes plantas daninhas e muito mais.

NOVIDADES EM 2019

Na 18ª edição do Seminário, a UPL, uma das empresas parceiras do evento, levou um convidado especial para entreter a plateia: Rodrigo “Minotauro”, mundialmente conhecidos pelas lutas de MMA. O campeão dos ringues falou para o público sobre manter a persistência e a importância da proatividade para alcançar o objetivo final, seja ele na vida ou no dia a dia da lavoura. A presença do Minotauro foi uma surpresa a todos presentes no evento, e reforçou a imagem da nova UPL após fusão com a Arysta: agora, com o portifólio mais completo, a empresa ganhou uma força extra para combater as plantas daninhas da cultura da cana.

O evento também foi palco de celebrações e lançamentos.

A Raven do Brasil apresentou a próxima novidade da empresa: o software AgSync, uma solução que promete trazer maior conectividade e gestão para proprietários de fazendas. O Agsync é uma plataforma que conecta o produtor ao campo, ajudando-o a tomar as melhores decisões, dando um direcionamento e fornecendo informações precisas de como gerenciar a propriedade. Também foi apresentado ao público as soluções Hawkeye® e Sidekick PRO™, que melhoram a produtividade.

O herbicida Plateau, produto da BASF que completou 20 anos, foi muito falado na palestra “Compreender para atender; criar para renovar: manejo Basf para controle de plantas daninhas”, mostrando-se muito eficiente no controle das daninhas na cana por conta da sua versatilidade. O produto pode ser aplicado sobre o solo ou sobre a palha e em clima seco ou úmido, assegurando bons resultados na hora de colher.

Também presente no evento, a Syngenta apresentou o novo integrante do catálogo de produtos: o herbicida Calaris. O produto tem mostrado bons resultados na produtividade dos canaviais, podendo ser aplicado em doses baixas e combatendo as ervas daninhas de folhas largas e estreitas com alta eficiência na pós-emergência, por conta de suas características: seletividade, eficácia e tolerância às condições edafoclimáticas.

A FMC Agricultural Solutions também foi uma empresa presente no Herbishow deste ano. A empresa destacou um herbicida para combate às plantas daninhas: Stone. A solução possui ação pré e pós emergência inicial para controle de gramíneas, ciperáceas e folhas largas, favorecendo o potencial produtivo para a cana-de-açúcar.

A Bayer participou do evento representada por seu gerente de marketing estratégico para a cana, Paulo Donadoni. Em uma palestra brilhante e inspiradora, o profissional mostrou a evolução no combate às plantas daninhas no período seco. Donadoni também apresentou o novo herbicida do portfólio da empresa: o Provence TOTAL, que é um aprimoramento de seu “irmão”, o Provence, já amplamente conhecido e utilizado por profissionais do setor. O Provence TOTAL é uma combinação dos ativos Provence 750 WG e ALION 500 SC em um só produto, proporcionando o controle de plantas daninhas por um longo período residual.

RESULTADOS COMPROVADOS

A empresa Corteva presenteou o público do 18º Herbishow com a palestra de Édison Baldan Jr., da Baldan Soluções Integradas. Figurando todos os anos como um dos top 5 palestrantes do evento, de acordo com a pesquisa de opinião feita pelo Grupo IDEA, Baldan mostrou este ano os resultados do manejo integrado e estratégicos de plantas daninhas na cana. Sua palestra trouxe também novos conceitos para aumentar a eficiência no manejo e reduzir custos.

A IHARA também esteve presente no evento abordando os resultados do Flumyzin 500 SC na safra 2018/19 e ressaltou o longo residual do produto, que pode ser aplicado em várias modalidades: plantio, quebra lombo, época seca e úmida, e para limpeza de carreador.

A empresa NUFARM, por sua vez, levou ao palco do Herbishow o professor e pesquisador da Unesp Botucatu, Caio Carbonari, para apresentar uma análise do comportamento do herbicida Tractor aplicado sobre a palha da cana em pré-emergência.

Já a Ourofino Agrociência apresentou produto glifosato Templo, que contém uma concentração alta de glifosato em formulação líquida, o que proporciona ao produtor mais segurança na aplicação, já que é um herbicida de amplo espectro de ação no controle de várias gramíneas, folhas largas, e erradicação da soqueira de cana-de-açúcar.

Murilo Pizzolato, representante da NORTOX, mostrou soluções econômicas para controle da matocompetição na cultura da cana-de-açúcar em sua palestra durante o Herbishow.

A palestra da Sipcam Nichino foi apresentada por Sérgio Camargo e por Carlos Alberto Mathias Azania, do IAC. Os dois falaram sobre a utilização dos herbicidas Leale e Kicker no manejo de plantas daninhas na cana.

APLICAÇÃO DE HERBICIDAS: UM TEMA DE GRANDE INTERESSE

Um dado importante sobre o evento: as palestras das empresas Herbicat e Jacto foram muito bem avaliadas pelos participantes e ambas estão entre as TOP 10. Isso significa que o público presente tem bastante interesse em tecnologias de aplicação. Na ocasião, Fabio Torres, da Jacto falou sobre como melhorar a gestão e a qualidade nas pulverizações, enquanto Luís César Pio, da Herbicat, mostrou a importância do ciclo PCDA na 2ª aplicação de herbicidas.

NOTA FINAL

Essa edição do Herbishow teve tanto conhecimento difundido, tantas técnicas e produtos novos, que se marcou como uma das principais edições dos 18 anos de evento.

E, para quem achou que houveram muitas apresentações de empresas do setor, Dib Nunes, diretor do Grupo IDEA esclarece:

“As instituições de pesquisa atualmente são mais focadas em melhoramento genético para produção de novas variedades de cana e se afastaram quase que completamente de outras importantes áreas de desenvolvimento, como a mecanização, defensivas, fertilizantes, logística, agricultura de precisão, softwares de controle operacionais e irrigação, além de métodos avançados de gestão.

Hoje, este papel foi assumido pela iniciativa privada, que é certamente a grande fonte de inovações tecnológicas para o desenvolvimento de novas tecnologias e procedimentos, que está proporcionando ao setor as principais ferramentas para a sustentação e a sobrevivência.

A iniciativa privada investe milhões de dólares para criação de alternativas para redução de custos e ganhos contínuos de produtividade. Todos os anos surgem novas moléculas para o controle de pragas e plantas daninhas, novos equipamentos multinacionais com alta tecnologia embarcada, novos métodos de gestão, novos softwares que otimizam e automatizam os processos, e isto precisa ser divulgado ao setor. Com isso, os avanços são gerados em muitos centros privados de desenvolvimento, esparramados por vários locais do Brasil e do exterior, em prol de uma maneira muito mais ágil e objetiva, necessitando, no entanto, apenas de uma forma direcionada de disseminação destes programas.

O setor sucroenergético não se sustentaria se não tivesse esses inputs tecnológicos da iniciativa privada e, certamente, não teria superado todos esses anos de preços achatados e de crise financeira, que se abateu sobre 100% das empresas produtoras de cana, etanol, açúcar e energia elétrica.

A melhor maneira de agrupar tudo isso está nos fóruns e seminários promovidos pelo Grupo IDEA, onde desfilou as mais avançadas e modernas tecnologias do setor, local onde tudo o que é avanço, é apresentado ao setor para aproximar o seu sistema produtivo e se tornar competitivo frente a esse mercado conturbado”.

ACOMPANHE O GRUPO IDEA

Se você não pode comparecer ao evento, em breve, no nosso canal do Youtube, diversos vídeos da websérie Minuto IDEA irão ao ar. Inscreva-se!

O Herbishow é realizado anualmente pelo Grupo IDEA, e apresentado pelo diretor da empresa, Dib Nunes Jr. Todos os anos grandes empresas escolhem o Seminário para falar sobre o controle das plantas daninhas na cana, apresentando, também, lançamentos exclusivos para o setor.

 


Fonte: Comunicação Grupo IDEA