Clipping

Incorporador de Palha tem papel importante no aumento da produtividade

Postado em 25 de Novembro de 2019

Os benefícios proporcionados pelo uso do novo equipamento – lançado recentemente pela DMB – no manejo da cultura da cana-de-açúcar serão abordados durante o IV Seminário do Gmec

A importância do Incorporador de Palha para o incremento da produtividade agrícola na cultura da cana-de-açúcar será o tema da apresentação técnica do engenheiro agrônomo Auro Pereira Pardinho, gerente de marketing da DMB Máquinas e Implementos Agrícolas, durante o IV Seminário do Gmec – Grupo de Motomecanização. O evento será realizado na terça-feira, 26 de novembro, no Hotel JP, em Ribeirão Preto, SP.

Em sua palestra, Auro Pardinho abordará os benefícios proporcionados pelo novo implemento, que foi lançado comercialmente em 20 de novembro, também em Ribeirão Preto. A utilização do Incorporador de Palha terá um papel relevante, para usinas e produtores, no manejo da cultura. Com a abordagem de temas de grande importância para a mecanização agrícola, o seminário do Gmec conta inclusive com a presença de profissionais da área de motomecanização de diversas unidades e grupos sucroenergéticos.

O Incorporador de Palha foi desenvolvido pela área de Engenharia da DMB, a partir de uma sugestão do engenheiro agrônomo Dib Nunes Jr, presidente do Grupo IDEA, que estudou profundamente os impactos gerados pela palha nos canaviais. Em muitas situações, a grande quantidade de palha sobre o solo tem contribuído para a queda da produtividade agrícola.

Com a incorporação da palha na entrelinha da cana, ocorre uma redução drástica da infestação do fungo Colletotrichum falcatum, responsável pela doença podridão vermelha das folhas e colmos, e a diminuição da população de pragas, como cigarrinha-das-raízes, Sphenophorus levis, broca gigante, entre outras, que se alojam sob a palha – explica Auro Pardinho.

Mas, não é só isto. A incorporação melhora a matéria orgânica do solo, a aeração, facilita a infiltração da água, otimiza a aplicação de herbicida, diminui a incidência de mosca-dos-estábulos. Transtornos com incêndios também são evitados com a incorporação. Sem a palha, não há como o fogo ser disseminado, mesmo que o incêndio seja provocado ou ocorra de maneira acidental. Áreas suscetíveis a geadas tendem a apresentar, com a incorporação, menos danos em relação a locais com grande volume de palha sobre o solo.

Redução de custos – Além de contribuir para a elevação da produtividade agrícola, o Incorporador de Palha tem também o objetivo de reduzir custos operacionais de usinas e produtores. O novo implemento conta com uma adubadora, que distribui adubo e calcário, possibilitando que as aplicações desses dois produtos na soqueira possam ser realizadas na mesma operação de incorporação da palha, conforme a necessidade e opção de usinas e produtores.

A adubadora do Incorporador de Palha possui uma caixa única de aço inox com três compartimentos: um central que tem capacidade para 600 quilos de adubo e dois laterais com capacidade para 250 quilos cada um, para o calcário. Caso a opção seja não aplicar calcário, a caixa da adubadora pode ser usada exclusivamente para a distribuição de adubo.

“O nosso objetivo é atender as novas demandas do setor, oferecendo soluções que possam agregar valor ao processo de produção”, comenta Auro Pardinho. A área de Engenharia da DMB iniciou o desenvolvimento do Incorporador de Palha no final de outubro de 2018, construindo um protótipo, que foi amplamente testado e avaliado em várias usinas – observa o gerente de marketing da empresa.

 

Serviço:

IV Seminário do Gmec

Data: 26 de novembro

Local: Hotel JP - Ribeirão Preto - SP

Mais informações: contato@gmec.com.br

 


Fonte: CanaOnline