Clipping

Índia aposta em biocombustíveis para missões espaciais

Postado em 8 de Janeiro de 2021

Os foguetes espaciais indianos estão prontos para uma decolagem verde enquanto a Organização de Pesquisa Espacial Indiana (ISRO) está trabalhando para substituir o combustível usado por seus foguetes e satélites por combustíveis menos perigosos e ecológicos, disse K. Sivan, que é secretário do Departamento Espacial.

Ele também disse que a ISRO está procurando por propulsão verde via peróxido de hidrogênio no foguete que levaria os indianos ao espaço sob sua missão 'Gaganyaan'. "Uma vez que haverá humanos dentro do foguete, queremos apenas usar um combustível não perigoso para alimentar o foguete Gaganyaan durante a missão espacial humana", disse ele.

Segundo ele, a ISRO também estuda equipar os foguetes com motores movidos a peróxido de hidrogênio como monopropelente ou bi-propelente juntamente com etanol. A ISRO também está desenvolvendo outro combustível verde, LOX / metano, que consiste em oxigênio líquido como oxidante e metano como combustível. "Um mês atrás, testamos o motor LOX / Metano e os resultados foram bons", completou.

O propelente LOX / metano apresenta vantagens em termos de impulso específico, capacidade de armazenamento, baixa toxicidade e custo. De acordo com Sivan, a agência espacial está procurando substituir seus combustíveis líquidos para motores por combustíveis verdes.

A ISRO também desenvolveu o ISROSENE, uma versão espacial do querosene como alternativa ao combustível de foguete convencional com hidrazina. Quando questionado sobre a opção verde para seus motores de combustível sólido, Sivan disse que o trabalho nesse sentido também está progredindo.

 Leonardo Gottems


Fonte: Agrolink