Clipping

Índia: Medidas do governo para ajudar usinas não são bem recebidas

A decisão da Índia de oferecer um pacote financeiro de US$ 1 bilhão para a indústria açucareira local não será suficiente para socorrer as usinas do país, que ainda terão dificuldades para pagar suas cotas aos produtores de cana-de-açúcar, diz Abinash Verma, diretor geral da Associação Indiana dos Moinhos de Açúcar.

Entre as medidas do governo está a decisão de criar um estoque estatal de 3 milhões de toneladas do produto para elevar os preços domésticos, mas isso só "reduzirá o excedente de açúcar do mercado interno" por cerca de um ano, diz Verma. As refinarias indianas tinham um estoque de 13 milhões de toneladas de açúcar em maio - mais do que todo o açúcar consumido nos Estados Unidos no ano passado.

O governo indiano aprovou um pacote financeiro para ajudar a indústria local. As medidas incluem a criação de um estoque governamental para absorver o excesso de oferta de açúcar no mercado doméstico e a concessão de empréstimos no valor de 45 bilhões de rúpias (US$ 671 milhões) para as usinas aumentarem sua produção de etanol.

Os preços do açúcar indiano estão pressionados pelo excesso de produção e pelas perspectivas de uma safra de cana-de-açúcar maior no próximo ano, o que reduz as margens das usinas. O movimento do governo também visa a agradar os eleitores no Estado estrategicamente importante de Uttar Pradesh, que é um dos principais produtores da commodity.


Fonte: Dow Jones Newswires