Clipping

Índia reduz safra de verão em mais de 6%

Postado em 5 de Agosto de 2019

O plantio de arroz, a principal safra de verão, atingiu 22,3 milhões de hectares

Os agricultores indianos plantaram 78,8 milhões de hectares com safra de verão até agora, mostraram dados do ministério da fazenda na sexta-feira, uma queda de 6,6% em relação ao ano passado, principalmente devido a um fraco início das chuvas. A perspectiva é melhor, no entanto, já que as chuvas devem ser abundantes em agosto e setembro. 

Os agricultores geralmente começam a plantar arroz, milho, algodão, soja, cana-de-açúcar e amendoim, entre outras culturas, a partir de 1º de junho, quando as chuvas chegam à Índia, sendo que a semeadura geralmente dura até julho. As precipitações desempenham um papel crucial na agricultura, que emprega 50% da força de trabalho da Índia, já que quase metade das terras agrícolas do país não tem irrigação.  

O Ministério da Agricultura e do Bem-Estar dos Agricultores manterá atualizando os números de semeadura provisória, uma vez que reúne mais informações dos governos estaduais. Os números de plantio também estão sujeitos a revisão, dependendo do progresso da estação de monções de junho a setembro.  

O plantio de arroz, a principal safra de verão, atingiu 22,3 milhões de hectares na sexta-feira, contra 25,5 milhões de hectares no mesmo período do ano passado, informou o ministério. O plantio de milho foi de 6,9 milhões de hectares, inalterado em relação ao mesmo período do ano passado. A área plantada com algodão totalizou 11,5 milhões de hectares, acima dos 11 milhões de hectares do ano anterior.  

A semeadura da soja, principal safra de oleaginosas no verão, ficou em 10,7 milhões de hectares, contra 10,9 milhões de hectares no mesmo período de 2018. Outras plantações de culturas, como leguminosas e cana-de-açúcar, caíram ano a ano. 

Por Leonardo Gottems 

 


Fonte: Agrolink