Clipping

INOVACANA APRESENTA AS VANTAGENS DO CANAVIAL 4.0

Postado em 12 de Setembro de 2019

Mais de 370 pessoas se encontraram em Ribeirão Preto/SP no melhor seminário sobre inovações tecnológicas que estão otimizando processos, aumentando a produtividade e reduzindo custos.

Blockchain, Machine Learning, Internet das Coisas, Big Data... Todas essas palavras parecem ter saído do departamento de TI diretamente para os canaviais numa velocidade incrível. Em apenas cinco anos a evolução das grandes empresas do setor foi enorme. Hoje o maior desafio dos produtores de cana-de-açúcar é se inteirar do que está acontecendo e aplicar essas tecnologias com qualidade. Isso trouxe uma nova era de avanços tecnológicos na cana-de-açúcar que, segundo os palestrantes do evento, o setor já ultrapassou o setor de grãos e demais áreas da agricultura nacional.

As modernas tecnologias empregadas no campo foram as maiores responsáveis pelos saltos de produtividade vistos nos últimos anos. Neste novo cenário, surge o conceito de cidade Agricultura 4.0, que consiste na integração de todas as etapas da produção agrícola através de softwares, sistemas e novos equipamentos multifuncionais.

Este é um momento novo no setor canavieiro. Ainda há muito para se descobrir e, para facilitar esse aprendizado, o Grupo IDEA, um dos maiores organizadores de seminários técnicos da agroindústria canavieira, realizou, nos dias 11 e 12 de setembro, o 3º INOVACANA – Seminário Sobre Inovações Tecnológicas na Cana-de-Açúcar.

Durante o evento, ficou claro que a inovação do agro não está relacionada apenas às novas tecnologias, ela começa no solo, onde há novas técnicas de nutrição, manejo do solo e recuperarão da fertilidade. Hoje já é possível realizar operações multifuncionais, ao mesmo tempo que o solo é preparado com base nas suas características, este solo pode hoje ser sistematizado e receber calcário em profundidade e todas as práticas de conservação e prevenção de problemas com erosão. Esses estudos são orientados a partir de imagens de satélite tridimensionais e fotos tiradas por veículos aéreos não tripulados. As linhas de plantio são traçadas previamente e os tratores com piloto automático executam as operações com perfeição em milimétrica.

Ao longo dos dois dias de evento, o público presente também pôde conhecer técnicas inovadoras que estão transformando os processos agrícolas dos maiores grupos canavieiros do Brasil. Como as adotadas pela Biosev, segunda maior processadora global de cana-de-açúcar e uma das companhias que entrou “de cabeça” neste universo futurista.

Durante o INOVACANA, o diretor agrícola da Biosev, Carlos Daniel Berro Filho, afirmou que a maioria dos 313.500 hectares de terras da companhia estão conectados e firmados no Agro 4.0. “Em função dessa conectividade, recebemos as informações de campo instantaneamente em nosso Centro de Inteligência Agrícola (CIA), que gerencia online e em tempo real o que está acontecendo nos canaviais de cada uma das nove unidades do grupo.”

Considerada a maior usina de cana-de-açúcar do mundo, a São Martinho, de Pradópolis/SP, também participou do INOVACANA deste ano. Na ocasião, o gestor de inovação Walter Maccheroni apresentou o plano tecnológico da empresa, com todos os seus avanços e inovações. Citou que o maior gargalo da implementação de tecnologia do campo, a conectividade, é ponto resolvido. Em parceria com o CPqD e financiamento do BNDES, a São Martinho conseguiu, com apenas 6 torres de transmissão, cobertura 4G em toda a sua lavoura, transformando seus canaviais em verdadeiras fazendas digitais.

Adecoagro, Tereos e BP também apresentaram seus cases de sucesso durante o evento. Entre eles, destacam-se uma biofábrica otimizada para plantio de Mudas Pré-Brotadas (MPBs) em área total, o uso de drones e VANTs para monitoramento e controle de pragas e plantas daninhas, sistemas de satélites e câmeras de longo alcance que atuam no monitoramento e prevenção de incêndios, projetos de sistematização do solo que reduzem o pisoteio das soqueiras e otimizam o rendimento operacional das máquinas e técnicas de enriquecimento da vinhaça concentrada.

Outro destaque do INOVACANA deste ano foi a palestra de Martha Gabriel, considerada uma das maiores influenciadoras do mundo digital brasileiro. Autora de best sellers, palestrante keynote internacional e ranqueada entre os Top 50 Marketing Bloggers mais influentes do mundo pelo KRED, a profissional falou sobre como aumentar a produtividade na era digital.

Segundo ela, o incremento de produtividade depende do aumento da efetividade com afetividade. “Temos que buscar ao menos dois de três pilares: escala, eficiência e eficácia. Apenas dessa forma conseguiremos ser mais produtivos.” Sobre esse novo mundo cada vez mais conectado, Martha afirmou que 70% das empresas que investem em gestão de dados registram redução de custos. “No futuro, todas as empresas serão consideradas empresas de tecnologia que oferecem algum tipo de produto ou serviço ao mercado.”

O 3º INOVACANA foi palco também para o lançamento de produtos inovadores para o setor canavieiro nacional, como implementos para incorporação da palha na entrelinha, softwares de monitoramento e gestão, ferramentas para pulverização, adubação e irrigação, além de soluções biológicas para reestabelecimento da vida no solo e recuperação da produtividade e cápsulas biodegradáveis desenvolvidas para abrigar e proteger os inimigos naturais, possibilitando a mecanização e aumento de eficiência do controle biológico.

O Grupo IDEA juntamente com a IDGeo também encabeça o desenvolvimento de uma soução inteligente para a gestão do conhecimento e do controle de plantas daninhas em grandes lavouras de cana-de-açúcar.

O evento foi considerado pelos participantes um verdadeiro sucesso, pois cumpriu com seu objetivo: contribuir para que cada participante voltasse para casa pronto para liderar uma mudança na sua empresa, departamento e vida.

 

 


Fonte: Grupo IDEA com assessoria