Clipping

INTL FCStone eleva previsão de superávit global de açúcar a 10,8 mi de t

A INTL FCStone ampliou nesta terça-feira, 8, as estimativa de superávit global de açúcar na safra 2017/2018 – entre outubro do ano passado e setembro deste ano – para 10,8 milhões de toneladas. As previsões anteriores apontavam superávit de 2,8 milhões de toneladas (novembro), 3,6 milhões de toneladas (fevereiro) e 6,9 milhões de toneladas, na última estimativa, em março deste ano.

Na safra passada, encerrada em setembro de 2017, houve déficit global de 2,1 milhões de toneladas e, na anterior, de 7,1 milhões de toneladas. Com isso, só o superávit global previsto para 2017/2018 será 1,6 milhão de toneladas maior que a soma dos dois déficits anteriores.

Segundo a consultoria, os aumentos de 57,2% na produção da Índia, para um recorde de 31,9 milhões de toneladas, de 40,7% na da Tailândia, para 14,9 milhões de toneladas, e de 25,8% na da União Europeia, para 19,7 milhões de toneladas, se mantêm como suficientes para a reversão no quadro de oferta e demanda global da commodity.

O nível de estoques globais no fim da temporada deve registrar 82,5 milhões de toneladas, o segundo maior nível da história. A relação entre estoques e demanda alcançaria 44,5%, se aproximando da máxima de série histórica, de 45,1% registrada em 2014/15.

Mais superávit

A INTL FCStone divulgou também a previsão inicial para o superávit global de açúcar na safra 2018/2019, a ser iniciada em outubro deste ano, em 7,2 milhões de toneladas.

A estimativa leva em conta principalmente uma nova alta na produção indiana para 32,8 milhões de toneladas no próximo período, considerando que as monções ficarão dentro da normalidade naquele país. 


Fonte: Estadão Conteúdo