Clipping

Investidores chineses da SDIC conhecem modelo de produção brasileiro

Executivos da State Development & Investment Corp (SDIC), uma das maiores empresas de investimentos da China, visitaram o Brasil para conhecer o modelo de produção de etanol no País, segundo maior produtor e consumidor global do biocombustível. Com uma frota de mais de 200 milhões de veículos, o governo chinês anunciou um plano para misturar 10% de etanol à gasolina (E10) em todo o país a partir de 2020.

Na semana passada, os representantes da SDIC visitaram a Usina Costa Pinto, da Raízen, em Piracicaba (SP), para conhecer a fabricação do etanol de segunda geração (2G), produto feito a partir como o bagaço e a palha da cana.

Os executivos estiveram também na União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), em São Paulo (SP), em busca de dados sobre a indústria sucroenergética brasileira e formas de cooperação entre empresas e entidades dos dois países, informou a entidade.

Na China, a SDIC possui quatro unidades para produção de etanol de milho e tem planos de investir em mais seis usinas.


Fonte: Estadão Conteúdo