Clipping

Investimento de R$ 75 mi na produção de biodiesel em Lucas do Rio Verde

A produção de biodiesel em Lucas do Rio Verde deve começar a partir do ano que vem. O investimento está estimado em R$ 75 milhões. A indústria de esmagamento de soja, localizada na MT-249, passou por ampliação na planta e está produzindo 3,6 mil toneladas por dia. O intuito é ter uma planta de biodiesel que possa consumir toda produção de óleo de soja. “Não é a primeira vez que a empresa cogita entrar no setor. Porém, concluímos que agora é o momento mais oportuno, principalmente depois da ampliação da unidade existente”, expôs o presidente da empresa, Judiney Carvalho.

Em Lucas, a indústria mantém sua unidade há mais de dez anos, de onde o biodiesel produzido poderá ser comercializado e transportado para bases de distribuição em Mato Grosso ou outros Estados, para ser misturado a diesel de origem mineral. No ano passado, A FS Bioenergia, inaugurou no município a primeira usina de etanol no Brasil que utiliza milho em 100% de sua produção. A indústria conta com 2 armazéns capazes de estocar até 120 mil toneladas, atuando na destinação de parte do grande excedente de milho em Mato Grosso.

Quando duplicada a planta de Lucas do Rio Verde, anualmente produzirá 530 milhões de litros de etanol, 15 mil toneladas de óleo de milho e 130 mil megawatts hora de energia elétrica à rede local, capaz de abastecer uma cidade de até 55 mil habitantes.

Em Sinop, já iniciaram as obras da usina de etanol com previsão de entrar em operação em meados do próximo ano. Atualmente, quase 700 colaboradores trabalham na obra que terá investimentos de R$ 500 milhões. Quando estiver em funcionamento a usina deve produzir cerca de 1,5 milhões de litros de etanol por dia e gerar cerca de 3 mil empregos diretos e indiretos


Fonte: Só Notícias