Clipping

JBS Biodiesel ampliou comercialização em 25% em 2018

Postado em 21 de Fevereiro de 2019

A JBS Biodiesel vendeu 260 milhões de litros do biocombustível em 2018, um aumento de 25% em relação a 2017. A informação foram divulgada hoje pela empresa, que trabalha com resíduos da cadeia de proteína animal (bovinos, frangos e suínos) para a produção do biocombustível.

"Além disso, complementamos a produção com óleo de fritura recuperado. Mais de 12,5% da matéria-prima utilizada para a produção já vem dessa fonte, tornando a produção ainda mais sustentável", afirma o diretor da JBS Biodiesel, Alexandre Pereira, em nota.

Boa parte do óleo de fritura utilizado como insumo pela empresa vem do projeto Óleo Amigo, iniciativa conduzida em parceria com a JBS Ambiental.

Lançado em março de 2017, o programa está presente em mais de 40 municípios do interior de São Paulo por meio de parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Lins, onde está concentrada a produção, e de outras cidades do entorno. São mais de 300 pontos de coleta em escolas, estabelecimentos comerciais, hospitais, igrejas e universidades.

Segundo nota, foram investidos R$ 5,5 milhões para aumentar a capacidade de reaproveitamento de óleo de fritura e flexibilizar a matriz de matérias-primas. Em 2018, foram reaproveitados cerca de 3,5 milhões de litros de óleo de cozinha usado, o dobro do volume do ano anterior.

"Enxergamos um horizonte positivo para o biodiesel e, consequentemente, para os nossos negócios com a aproximação da entrada de B11 [11% de mistura obrigatória do biodiesel no diesel], que deve iniciar o aumento gradativo da mistura no diesel já a partir do próximo leilão (L66, da ANP), chegando em B15 até 2023", afirmou Pereira.

Por Kauanna Navarro

 

 

 

 


Fonte: Valor Econômico