Clipping

Leilão da usina Guaxuma vai para 2ª rodada; lance mínimo é de R$ 409,5 mi

A primeira rodada do leilão da usina Guaxuma, localizada em Coruripe (AL), e 65 fazendas pertencentes à massa falida da Laginha Agroindustrial, do empresário João Lyra, terminou nesta terça-feira, 16, sem comprador. O valor mínimo era de R$ 819,13 milhões e nenhum lance foi feito pelo lote de imóveis, apesar de mais de 1 mil visitas serem registradas no site do pregão. Com isso, uma segunda rodada será realizada até o dia 30, com desconto de 50% no lance mínimo, ou R$ 409,56 milhões.

O pagamento poderá ser parcelado com entrada de 25% e o valor restante três parcelas semestrais, com carência de 180 dias para a primeira. A unidade industrial da Guaxuma tem capacidade de moagem de 1,8 milhão de toneladas de cana-de-açúcar e foi avaliada em R$ 151,9 milhões. A usina pode produzir 200 mil toneladas de açúcar e 124,2 milhões de litros de etanol por safra. 

As fazendas têm área total aproximada de 17,15 mil hectares e estão avaliadas em R$ 667,2 milhões. Há uma previsão de que sejam necessários aportes de R$ 22 milhões em manutenção e reinvestimentos nas operações industrial e agrícola.

A Guaxuma é a terceira das cinco unidades da Laginha Agroindustrial a ir a leilão. Em dezembro do ano passado, propriedades rurais e industriais das usinas Vale do Paranaíba e Triálcool, ambas em Capinópolis (MG), foram arrematadas por um total de R$ 340,2 milhões.

O leilão é feito pelo site da Superbid (www.canaljudicial.com.br) e tem assessoria técnica da Datagro e da Agriplanning.


Fonte: Estadão Conteúdo