Clipping

Louis Dreyfus busca cortar custos diante de mercado desafiador, aponta documento

Postado em 28 de Novembro de 2019

A gigante das commodities agrícolas Louis Dreyfus (LDC) lançou um plano para cortar custos e reorganizar seus negócios em meio a dificuldades enfrentadas pelas casas de trading do mundo, de acordo com memorando interno visto pela Reuters nesta quarta-feira.

A LDC confirmou em comunicado que o memorando é autêntico, acrescentando que as medidas anunciadas procuram otimizar a base de custos da companhia em face do desafiador ambiente externo.

As tensões comerciais mundiais e o mortal surto de peste suína africana na Ásia enfraqueceram a demanda por soja e outros grãos, afetando os resultados das empresas de trading, como a LDC, neste ano.

O memorando, que a LDC disse ser uma mensagem interna enviada a funcionários nesta quarta-feira, faz referência a um recente anúncio realizado pela presidente do Conselho Fiscal da empresa, Margarita Louis-Dreyfus, a respeito da necessidade de se enfrentar os desafios do setor.

Cinco executivos que assinaram o memorando, incluindo o diretor de operações e o diretor financeiro, formarão um grupo de supervisão para conduzir uma "revisão detalhada", já iniciada com gerentes sêniores.

"A meta é nos tornarmos uma organização mais forte, com maior capacitação e responsabilidade, simplificação estrutural, os níveis corretos de serviço e custos", escreveram os executivos, acrescentando que "nossa estratégia não muda".

A LDC "visa ampliar a receita hoje e para o futuro", segundo o documento, que detalhou "medidas temporárias... para viagens e entretenimento, contratações e restrições salariais".

A reorganização proposta vem após uma revisão gerencial, conduzida em 18 de novembro, na esteira de fracos resultados.

No Brasil, a LDC vem tentando há anos colocar nos trilhos a unidade de açúcar e etanol Biosev, cuja dívida líquida está em torno de 5,6 bilhões de reais.

 


Fonte: Reuters