Clipping

Manejo integrado de pragas é fundamental nos canaviais

Postado em 1 de Dezembro de 2020

Alternar metodologias de controle e ativos aumenta a eficácia do controle de insetos-pragas que causam prejuízos à produção

O trabalho com a cana-de-açúcar exige estratégias para garantir alta produtividade e reduzir os prejuízos causados pelos insetos-praga que atacam as lavouras. O clima tropical do Brasil favorece o surgimento de várias espécies diferentes de insetos e as soluções químicas, biológicas e culturais são essenciais para manter um controle sustentável. De acordo com Lucas Ferrari Machado, engenheiro agrônomo dos produtos da Linha Cana da Corteva Agriscience™, a aplicação sucessiva de um único método de controle pode causar a resistência das pragas a longo prazo, gerando uma grande perda para o produtor. “O Manejo Integrado de Pragas (MIP) promove a alternância de metodologias de controle e rotação de ativos. Isso permite que as soluções existentes no mercado permaneçam eficazes por muito tempo sem o risco de ocorrer uma possível resistência pela praga”, explica.

O especialista destaca que o MIP é um dos pilares base para a manutenção do programa de manejo das principais pragas existentes. Neste contexto, o inseticida Revolux®, lançamento da Corteva Agriscience™ para o mercado da cana, é uma das melhores opções para combater a broca-da-cana, principal inseto que ataca os canaviais. “O Revolux® é um produto que combina dois ativos totalmente inovadores e diferentes de tudo o que existe no mercado para o controle da Diatraea Saccharalis. Ele é ideal para a rotação de ativos e de grupo químico, por isso é totalmente indicado para a estratégia do MIP. O inseticida possui longo período de controle e alta velocidade de ação, interrompendo o prejuízo causado pela broca de forma quase imediata”, ressalta ele, complementando que outra característica importante dessa ferramenta é a seletividade a insetos não-alvo. “Sua ação específica para lagartas promove segurança e tranquilidade”, informa.

O Revolux® é composto pelos ingredientes ativos inéditos Espinetoram e Metoxifenozida, reconhecidos pelo prêmio de química verde, aprovado pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA), por ser seletivo aos organismos que beneficiam o campo e por combater apenas os insetos-alvo. Além de ter rápida ação sobre as lagartas, o produto permite um longo e efetivo período de controle da broca de cana, impedindo a entrada da lagarta no colmo e com exclusiva ação ovicida. Ele pode ser aplicado via foliar, de forma aérea ou tratorizada. “A Corteva Agriscience™ tem uma base sólida de resultados consistentes sobre a performance do Revolux para o controle desta praga, com todas as características esperadas pelo produtor canavieiro, entregando eficiência com sustentabilidade”, conclui.

Quer saber mais sobre o Revolux® e seus benefícios para os canaviais? Acesse o site e conheça este importante lançamento para o mercado.

 


Fonte: Assessoria Corteva