Clipping

Mercado de açúcar segue em baixa dentro e fora do Brasil

O mercado internacional do açúcar fechou o dia ontem (9) em queda mais uma vez. Na bolsa de Nova York, o vencimento outubro/17 encerrou a sessão cotado a 13.64 centavos de dólar por libra-peso, baixa de 14 pontos em relação aos preços praticados na véspera. Na tela março/18, a commodity fechou negócios em 14.50 centavos de dólar por libra-peso, retração de 11 pontos. Os demais contratos caíram entre cinco e sete pontos.

Segundo o informativo diário da CMA Safras & Mercado, a queda ocorreu devido ao fortalecimento do dólar. "A questão cambial se somou aos fundamentos da commodity que apontam para um importante excedente na oferta em meio a uma recuperação da safra indiana e do clima favorável à colheita no Brasil", explicou o relatório de mercado.

Em Londres, o lote para outubro/17 fechou em US$ 377,90 a tonelada, queda de 2,60 dólares. O vencimento dezembro/17 terminou o dia desvalorizado em 2,40 dólares, com negócios firmados em US$ 383,70 a tonelada. As demais cotações sofreram retração entre 90 cents e 2,20 dólares.


Mercado interno

Ontem, em São Paulo, o açúcar fechou com a terceira queda seguida os preços da saca de 50 quilos do tipo cristal. Segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP, a commodity teve baixa de 1,40%, negociada a R$ 55,04.


Etanol hidratado

Já o etanol segue valorizado nas usinas paulistas, de acordo com o marcador da Esalq/BVMF. Ontem, o biocombustível fechou com alta de 0,74%, comercializado a R$ 1.488,50 o metro cúbico.

 


Fonte: Agência Udop de Notícias