Clipping

Novas variedades do iac prometem bater a produtividade da 7515 em até 15%

Em desenvolvimento desde 2001, os cultivares IACSP01-3127 e IACSP01-5503 serão lançados durante o 11º Grande Encontro sobre Variedades de Cana-de-Açúcar.
 
A abertura de novas fronteiras canavieiras, ocorrida por volta dos anos 2000, aconteceu em regiões de solos fracos e condições climáticas mais inóspitas, onde as variedades disponíveis no mercado deixam a desejar. Foi aí que a RB867515 surgiu para salvar a lavoura, uma vez que apresenta características agronômicas como adaptabilidade a ambientes de baixa fertilidade, tolerância a seca, satisfatórias brotações de soqueiras e quantidade de sacarose, crescimento rápido, boa produtividade e resistência as principais doenças (exceto estrias vermelhas) – entre elas à ferrugem alaranjada, que abalou a SP81-3250, variedade muito plantada até 2012.
 
Esse pacote l de vantagens fez com que a 7515 alcançasse o posto de variedade de cana mais plantada e cultivada no Brasil. Agora, 20 anos após seu lançamento, uma atitude começa a ganhar força no setor - a de não só garantir a produção, mas aumentar a produtividade. Resultado, após anos liderando as listas de plantio, a RB867515 começa a perder espaço para cultivares mais modernos, cuja principal característica é a maior produtividade.
 
É o caso da IACSP01-3127 e da IACSP01-5503, variedades em desenvolvimento desde 2001 e que chegam ao mercado canavieiro este ano. A grande característica dos dois materiais é o fato de apresentaram, quando alocados nas condições recomendadas, ganhos agroindustriais cerca de 15% superiores quando comparados a RB867515. “São variedades de altíssimo potencial e, por conta disso, deverão ser incluídas a um plantel varietal moderno, contribuindo para um grande salto de produtividade nos canaviais”, destaca o diretor do Centro de Cana do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), Marcos Landell.
 
Landell explica que a IACSP01-5503 é bastante rústica e muito competitiva em ambientes restritivos, caracterizados por solos de baixa capacidade de armazenamento de água e baixa fertilidade natural. “O material se mantém produtivo de maio até novembro, o que constitui um grande benefício ao setor sucroenergético, por proporcionar um longo Período de Utilização Industrial (PUI).”
 
Já IACSP01-3127 é uma cana que apresenta alta performance em solos de melhor fertilidade e situações de manejo avançado, que inclui, por exemplo, o uso de vinhaça e outros resíduos orgânicos. Também viabiliza longo PUI, podendo ser colhida de maio até outubro.
 
O lançamento das novas variedades do IAC será realizado nos dias 27 e 28 de setembro em Ribeirão Preto, durante o Grande Encontro sobre Variedades de Cana-de-Açúcar, organizado pelo Grupo IDEA e que chega a sua 11 ª edição este ano.
 

Serviço:

11º Grande Encontro sobre Variedades de Cana-de-Açúcar.

Data: 27 e 28 de setembro de 2017

Local: Centro de Convenções de Ribeirão Preto/SP

Contato: 16 3211-4770

E-mail: eventos@ideaonline.com.br

 


Fonte: CanaOnline