Clipping

O setor precisará de mais cana para atender a demanda aquecida de etanol

Postado em 16 de Outubro de 2019

De acordo com a Canaplan, a safra 2019/20 deve fechar em 577,6 mi/ton. Produção em 2020/21 será parecida. Se o setor manter estes números, faltará cana para atender o mercado

Durante a 2ª Reunião Canaplan 2019, evento realizado nesta terça-feira, 15, em Ribeirão Preto, SP, a consultoria divulgou sua reavaliação da safra atual e apresentou as primeiras perspectivas para o próximo ciclo. Segundo Luiz Carlos Corrêa Carvalho, diretor da Canaplan, a safra canavieira de 2019/20 deve fechar em 577,6 milhões de toneladas (mi/ton), com 25,82 mi/ton de açúcar e 30,27 bilhões de litros de etanol. Em termos comparativos, no ciclo passado, foram processadas 573,1 mi/ton, com 26,51 mi/ton de açúcar e 30,95 bilhões de litros de etanol.

A produtividade agrícola deve fechar entre 75 e 76 Toneladas de Cana por Hectare (TCH), valores ligeiramente acima do registrado no ano anterior. A qualidade da matéria-prima, por outro lado, fechará abaixo do visto em 2018/19.

Já o próximo ciclo, de acordo com a Canaplan, será parecido com o atual, com valores enquadrados nos mesmos patamares.

Tarcilo Rodrigues, da Bioagência, um dos palestrantes da 2ª Reunião Canaplan 2019ª, salientou que o cenário é positivo para o setor, tendo como base o maior consumo de etanol. Mas observou que para atender a demanda, o setor precisará investir para aumentar a produção. “Pode redirecionar mais cana para a produção de etanol, mas vai produzir menos açúcar, pois não tem cana para produzir no mesmo patamar."

 


Fonte: CanaOnline