Clipping

Ônibus movidos a biogás e biodiesel já circulam em cidade norueguesa

Postado em 16 de Setembro de 2019

Uma cidade norueguesa introduziu 189 ônibus ecológicos movidos a biogás e biodiesel em sua frota de transporte público, em uma tentativa de reduzir as emissões de carbono.

Os novos ônibus da MAN Lion´s City na cidade de Trondheim, terceira maior cidade da Noruega, estão em operação desde agosto e são operados pelas principais empresas de transporte Vy Buss AS e Tide Buss AS. Em termos de combustível, isso significa que os motoristas podem usar gás natural e biogás.

Rudi Kuchta, chefe de produtos e vendas da MAN Truck & Bus, disse: "Estamos muito satisfeitos que as duas maiores empresas de transporte da Noruega confiam em nós.

"Os ônibus são movidos a biogás ou biodiesel, o que significa que eles se encaixam maravilhosamente com o ambiente tranquilo e natural de Trondheim - você só quer respirar fundo!"

Os solobuses têm 12 metros de comprimento e apresentam um motor a gás E2876 LUH Euro 6, permitindo que os motoristas usem gás natural e biogás. O pedido também incluía duas variantes do ônibus articulado Man Lion´s City G (A23) de 18 metros - um com um motor diesel D2066 LUH e outro com um motor a gás E2876 LUH. Ambas as variantes atendem ao padrão de emissão Euro 6. A Vy Buss AS e a Tide Buss AS também receberam ônibus urbanos MAN Lion´s City L LE (A44). Esses veículos de piso baixo de 15 metros de comprimento apresentam o motor diesel D2066 LUH e são movidos a biodiesel.

"Somos orientados e focados nesse assunto há mais de 75 anos", disse Jan Aichinger, diretor de marketing de produtos da MAN Truck & Bus, "não somos o mercado europeu e líder tecnológico no setor de ônibus urbanos a gasolina por nada.

"Ao operar veículos de biogás, a Vy Buss AS e a Tide Buss AS estão enviando uma mensagem clara em relação à proteção ambiental. Afinal, um ônibus a gás movido a biogás atualmente representa a solução sonora mais econômica e ecológica para uma forma praticamente neutra de CO 2 de transporte público.

 


Fonte: Biomassa & Bioenergia