Clipping

Ourofino Agrociência confirma importância da renovação do canavial

Postado em 24 de Abril de 2019

A renovação do canavial é essencial para manter a produtividade e longevidade da cultura e, para isso, é preciso realizar o plantio no período mais apropriado para o desenvolvimento da cana-de-açúcar, que precisará de condições climáticas ideais. Para tanto, deve-se ter total atenção para a seleção correta do herbicida e a formulação a ser utilizada no manejo da erradicação do canavial.

Roberto Toledo, gerente de produtos herbicidas da Ourofino Agrociência, pontua que o manejo com uso de herbicidas pós-emergentes com boa translocação na planta, atingindo inclusive o sistema radicular, é um dos mais utilizados, e o glifosato é o herbicida mais aplicado para controle químico das soqueiras devido à facilidade de manuseio, ao baixo custo e à ausência de efeito residual no solo.

O glifosato é um herbicida sistêmico, de ação não seletiva, que inibe a enzima enolpiruvil-shiquimato fosfato sintase (EPSPs) e provoca a morte de plantas anuais e perenes. “O emprego desse produto na eliminação ou erradicação de soqueiras de cana-de-açúcar tem se mostrado tecnicamente viável, pois permite um resultado mais eficiente, quando comparado ao método mecânico, assim como contribui para o controle de plantas daninhas, que podem causar reduções significativas de produção, de até 80%”, afirma Toledo.

Lançado recentemente, o herbicida Templo, da Ourofino Agrociência, apresenta alta performance e maior velocidade na erradicação da soqueira da cana-de-açúcar, fazendo com que usinas e fornecedores tenham mais rendimentos operacionais no desafio da renovação do canavial. Templo é um glifosato premium, com sistema tensoativo e tecnologia Duo Sal; o produto tem ainda o diferencial de oferecer alta performance mesmo com chuva duas horas após a aplicação.

“Enquanto a maioria dos glifosatos existentes no mercado necessitam do período sem chuvas de 4 a 6 horas pós-aplicação para apresentar uma eficácia boa ou excelente, o Templo tem um balanceamento perfeito entre os sais de potássio e o sal de isopropilanina, que associados a um conjunto de agentes tensoativos reduzem esse período para 2 horas”, explica Edson Donizeti de Matos, gerente de Pesquisa Agrícola da Ourofino Agrociência.

Alguns fatores agrometeorológicos influenciam na eficiência do herbicida glifosato e, pensando nesses aspectos, mais de 30 pesquisadores participaram no desenvolvimento do Templo, produto reimaginado para a agricultura nacional e adaptado ao clima característico do Brasil, como altas temperaturas, alta umidade, incidência de luz solar e plantio direto. “Com o Templo, a produtividade não depende do tempo. A alta concentração de glifosato em formulação líquida proporciona ao produtor mais segurança na aplicação, já que é um herbicida de amplo espectro de ação no controle de várias gramíneas, folhas largas, e erradicação da soqueira de cana-de-açúcar”, reforça Roberto Toledo.

A nova solução da Ourofino Agrociência pode ser encontrada em embalagens de 1, 5, 20 e 1000L. 

Mais informações pelo site ourofinoagro.com.br

A Ourofino estará presente no 18° Herbishow apresentando as palestras "Inovando com alta performance na época seca em cana crua" e "Decisões simples e assertivas que refletem na competitividade de usinas e fornecedores".

Para inscrever-se acesse http://herbishow.ideaonline.com.br

 


Fonte: Grupo Cultivar