Clipping

Ourofino investe R$ 12 milhões em Uberaba

A Ourofino Agrociência, empresa fabricante de defensivos agrícolas, com sede em Uberaba, no Triângulo Mineiro, iniciou as operações da planta de Grânulos Dispersíveis em Água (WDG). Com investimento de R$ 12 milhões, a unidade é voltada para a produção de herbicidas utilizados nos campos de cana-de-açúcar em todo o País. A capacidade instalada é de 6 mil toneladas ao ano.

De acordo com o diretor industrial da Ourofino Agrociência, Jair Sunega, a unidade possui tecnologia de ponta, o que garante maior eficiência na produção e na composição dos herbicidas. Na unidade, a princípio, serão fabricados os herbicidas Velpar K e Advance, já utilizados pelos produtores de cana-de-açúcar e que foram adquiridos pela Ourofino em negociações com a DuPont do Brasil.

“Após a aquisição do registro e da tecnologia das marcas, a Ourofino investiu em uma fábrica de última geração. Os produtos vinham sendo feitos em uma unidade antiga e procuramos investir no que existe de mais moderno para aplicar  nesta formulação. A gente, na verdade, já tinha parte do processo que antecede a granulação e investimos na parte final que inclui a granulação, secagem e classificação dos grânulos. Todo o investimento tem o objetivo de disponibilizar um produto para o setor de cana-de-açúcar que seja seguro e mantenha as propriedades originalmente desenvolvidas”, explicou Sunega.  

Os herbicidas fabricados na nova unidade têm alta performance e devem chegar ao mercado no próximo mês. A planta, a princípio, foi projetada para produzir os dois herbicidas voltados para a produção de cana-de-açúcar, mas poderá ser adaptada para a fabricação de novos produtos, que estão em desenvolvimento pela Ourofino.
“A Ourofino é uma empresa muito dinâmica em relação às pesquisas e ao desenvolvimento de produtos. Então, a fábrica está apta, caso surjam novos produtos no curto, médio e longo prazos, a atender esta demanda”.

A unidade tem capacidade de fabricar 6 mil toneladas de herbicidas ao ano. O layout permite que novas ampliações sejam feitas, mantendo a tecnologia. Em relação ao mercado, as expectativas são positivas, principalmente pelos herbicidas já serem conhecidos e amplamente utilizados para o controle de plantas não desejáveis nos canaviais.

Embalagens - A tecnologia empregada nos herbicidas em Grânulos Dispersíveis em Água (WDG) é considerada mais segura para a aplicação e permitirá que a Ourofino comercialize o produto a granel e em embalagens maiores, atendendo diretamente à demanda das usinas.

 “Vamos atuar fortemente no mercado com a venda de embalagens maiores - de 800 quilos, 1.000 quilos - possibilitando que a própria usina faça as dosagens necessárias, sem ter que receber embalagens menores, facilitando o manuseio e reduzindo a geração de resíduos. Isto tem uma série de ganhos desde ambientais, de transporte e até mesmo custos menores”.

A planta de WDG está instalada em um parque fabril de mais de 50 mil metros quadrados de área construída, dentro da fábrica da Ourofino Agrociência, localizada no cinturão químico de Uberaba e responsável pela fabricação 120 milhões de litros de defensivos agrícolas por ano.
 


Fonte: Diário do Comércio