Clipping

Penápolis deve ganhar nova usina de açúcar que gerará 190 empregos

A antiga usina Everest, de Penápolis, que teve sua instalação iniciada há mais de 20 anos, mas nunca entrou em operação, enfim deve ser colocada em funcionamento no primeiro semestre de 2019. Pelo menos essa é a promessa feita pelo empresário Roberto Sodré Viana Egreja, que convidou a imprensa local para um café da manhã na sede da empresa para informar que teve início o trabalho de recuperação dos equipamentos e finalização da indústria.

Pelo menos 80 funcionários foram contratados para fazer a manutenção da usina, que passará a se chamar Aliança. A estimativa é de que já no primeiro ano de funcionamento, sejam moídas cerca de 300 mil toneladas de cana-de-açúcar, matéria-prima que deve ser praticamente toda voltada à produção de açúcar.

Em 1999, a Folha da Região publicou matéria sobre a expectativa de início das atividades da Everest Agroindustrial Ltda. A usina de açúcar e álcool foi instalada por um grupo de produtores de cana descontentes com os preços pagos pela tonelada da matéria-prima pelas unidades em funcionamento na época.


Fonte: Folha da Região