Clipping

Petrobras negocia venda de Pasadena com Chevron

Petrobras pode anunciar a venda da refinaria de Pasadena, no Texas, até o fim do ano. De acordo com fonte do setor, a estatal brasileira já está em conversas avançadas com a americana Chevron e as negociações já estariam na diretoria da estatal há pelo menos 50 dias. A polêmica refinaria, que está na origem das investigações de corrupção na Petrobras reveladas pela Operação Lava-Jato, está à venda desde fevereiro.

O negócio envolve ainda a venda de um terminal marítimo e de um terreno estrategicamente localizado no canal marítimo de acesso a Houston, no Texas. Esses ativos são empresas separadas controladas pela Petrobras America Inc. (PAI), subsidiária da Petrobras nos Estados Unidos. Pasadena tem capacidade de processamento de 110 mil barris de petróleo por dia.

As conversas entre a Petrobras e a Chevron ainda estão em curso. Mas ainda não está nada definido. O processo é complexo e está em análise. Há discussões internas na Petrobras se será feita a venda de 100% ou de parte do ativo— disse uma fonte do setor.

No início de outubro, a Petrobras anunciou que essa mesma subsidiária (a PAI) e a americana Murphy vão unir suas operações no Golfo do México, principal região produtora de petróleo no mar dos EUA. O negócio, que envolve 17 campos de petróleo em águas profundas e rasas, vai permitir uma entrada de US$ 1,1 bilhão.


Fonte: O Globo