Clipping

Petróleo busca os US$ 58 para botar mais lenha na gasolina e no etanol

Postado em 2 de Fevereiro de 2021

O petróleo avança na praça de Londres nesta terça (2), quase repetindo a mesma alta da véspera, e busca os US$ 58. Às 8h46 (Brasília), o barril do Brent segue em torno dos US$ 57,65, em mais 2,30%.

E deve ajudar a empurrar os preços dos combustíveis na origem, tanto pela tendência de a Petrobras (PETR3; PETR4) reajustar a gasolina, quanto pela potencialidade de as usinas cobrarem mais pelo etanol esperando demanda ‘defensiva’ das distribuidoras.

O último aumento do combustível de petróleo foi de 5%, na quarta passada, e, mesmo assim, ainda há defasagem nos valores estipulados pela estatal nas refinarias, de acordo com agentes do mercado.

Portanto, não haveria muito espaço para a petroleira pública postergar novos aumentos com o petróleo escapando.

Desse modo, as distribuidoras adquirem o biocombustível acreditando em perda de competitividade da gasolina.

Na semana passada isso se repetiu, com nova alta de 0,91% (R$ 2,1272, segundo o Cepea) nas fábricas, adicionada da precificação por conta da entressafra da cana e estoques sendo utilizados.

Muito embora, também, o consumo de etanol hidratado esteja lento.

 


Fonte: Money Times