Clipping

Petróleo registra alta e impulsiona preços do açúcar

Postado em 25 de Março de 2020

Os preços do petróleo WTI e Brent subiram ontem (24) e impulsionaram os preços do açúcar. Em Nova York, o açúcar bruto com vencimento para maio/20 foi firmado em 11.27 centavos de dólar por libra-peso, alta de 23 pontos. Os lotes para julho/20 foram comercializados em 11.11 centavos de dólar por libra-peso, alta de 21 pontos. Os demais contratos valorizaram entre 4 e 20 pontos.

A Reuters publicou ontem uma nota de Tobin Gorey, analista do Commonwealth Bank of Australia. "É provável que o mercado permaneça altamente correlacionado aos preços do petróleo no curto prazo. Os preços do açúcar continuam acima do que seria a paridade do etanol nas usinas brasileiras".

Em Londres, os contratos futuros do açúcar branco registraram leve queda apenas no lote para maio/20 que foi firmado em US$ 338,90 a tonelada, queda de 1,70 dólar. O vencimento para agosto/20 foi comercializado em US$ 333,00 a tonelada, alta de 70 cents de dólar. Os demais contratos valorizaram entre 20 cents e 2,40 dólares.

Mercado doméstico

Nessa terça-feira, em São Paulo, a saca de 50 kg de açúcar cristal fechou em R$ 77,66, pelo indicador Cepea/Esalq, da USP. A desvalorização foi de 0,08% quando comparado ao valor da véspera.

Etanol

Pelos índices da Esalq/BM&FBovespa, Posto Paulínia, o etanol hidratado registrou ontem (24) mais uma queda e foi negociado em R$ 1.565,50 o metro cúbico, baixa de 2,82% no comparativo com a véspera.


Fonte: Agência UDOP de Notícias