Clipping

PIB deve do setor deve permanecer estável em 2018, diz CNA

As expectativas de remuneração positiva para os setores de grãos e cana-de-açúcar, aliada a um aumento na safra de café, tendem a compensar uma eventual redução na colheita de grãos de 2017/18 e fazer com que o Produto Interno Bruto (PIB) da Agropecuária permaneça estável em 2018. A avaliação é do coordenador do Núcleo Econômico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Renato Conchon. Puxado pela recuperação no consumo interno, o setor de proteína animal também pode dar uma contribuição positiva para o desempenho geral da Agropecuária no PIB.

“Países como a Argentina têm efeitos climáticos negativos e que mexem com o balanço de oferta e demanda global de grãos, desencadeando elevação nos preços. No caso do café, além da bianualidade positiva, o setor se recupera de problemas climáticos vistos no último ciclo. Para a cana, o destaque vai para a renovação do canavial, que já está em curso”, explica o especialista.

Segundo Conchon, a CNA trabalha com uma margem que vai de 232 milhões a 238 milhões de toneladas para a safra de grãos desta temporada. “Caso essa expectativa se consolide e tenha uma colheita semelhante à do ano passado, o resultado do PIB Agropecuário pode até apresentar um modesto crescimento”, acrescenta.

Mais cedo, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a variação do PIB da Agropecuária foi de 13% em 2017 ante 2016, a mais expressiva da série histórica iniciada em 1996. No quarto trimestre comparado ao mesmo período do ano anterior, a alta foi de 6,1% e ante o 3º trimestre, houve estabilidade.


Fonte: Estadão Conteúdo