Clipping

Por longos anos, as variedades contribuíram decisivamente para a sobrevivência do setor

Durante a abertura do 11º Grande Encontro sobre Variedades de Cana-de-Açúcar, o diretor do Grupo IDEA, Dib Nunes, falou sobre como diversas empresas, devido às sucessivas crises em que o setor mergulhou e sob a bandeira da redução de custos, cortaram na carne muita coisa que não deveriam, como investimentos na reforma de canaviais e, consequentemente, na introdução de novos materiais, muito mais produtivos do que os que constam em seus planteis.


 

Entretanto, ele afirma que, nos últimos meses, essas mesmas empresas finamente começaram a acordar para estes problemas e começaram a reconstruir o que a crise destruiu. “Já vejo um maior interesse das usinas e produtores por novas tecnologias e materiais mais produtivos e resistentes, que certamente trarão ganhos significativos ao setor.”
 
O Grande Encontro de Variedades de Cana-de-Açúcar chega a sua 11ª edição em 2017 prometendo ser uma peça fundamental nessa empreitada. Ao longo do evento, empresas sucroenergéticas, instituições de pesquisa e um excelente time de consultores se revezarão apresentando suas importantíssimas contribuições para o setor.
 
“Esperamos que todos os presentes aproveitem bem o evento e absorvam os conhecimentos que serão apresentados. Meu objetivo é que os profissionais retornem aos seus locais de trabalhos com aquele algo mais que, certamente, será o diferencial em suas vidas e nas empresas em que atuam.”

Fonte: CanaOnline