Clipping

Prática de plantio de cana pelo sistema de Meiosi e MPB exige planejamento com bastante antecedência

Postado em 20 de Maio de 2020

Até mesmo a encomenda das mudas precisa ser antecipada, para que a empresa fornecedora possa se programar para garantir a entrega das variedades desejadas

A safra canavieira 2020/21 mal começou, mas quem vai renovar áreas e adotar o sistema de plantio de Meiosi (Método Inter-rotacional Ocorrendo Simultaneamente) e muda pré-brotada (MPB) já deve ter iniciado o planejamento. Esse sistema tem sido muito recomendado, pelos ganhos que oferece – menor custo operacional, cana-muda se desenvolve em menor tempo, com muito maior sanidade e maior volume de muda –, mas exige estrutura e planejamento antecipado.

É preciso definir as áreas que serão renovadas e analisar o ambiente de produção para saber quais variedades de cana são as mais indicadas. Definidas as variedades, é preciso encomendar com antecedência as MPBs junto a empresa fornecedora, para se preparar para a produção das variedades solicitadas, pois, pedidos feitos no curto prazo, fica a mercê das variedades disponíveis, que podem não ser as indicadas para o ambiente de produção que será renovado. Lembrando sempre, que as mudas devem ter alta sanidade, por isso, é fundamental adquiri-las de empresas idôneas. As mudas pré-brotadas são plantadas com máquinas ou manual por meio de matraca.

É fundamental que a MPB tenha sanidade

A meiosi não precisa ser realizada apenas em áreas de pousio (que já estejam sem cana), mas também nos canaviais que serão colhidos e renovados. Para isso, após definir se irá plantar uma ou duas linhas-mães e ter as mudas, basta abrir as linhas no canavial, realizar um excelente preparo de solo, plantar as mudas e irriga-las.

Depois é definir qual será a cultura intercalar e quantas linhas irá ocupar. A cana deve ser colhida até outubro. E o plantio da cultura intercalar também requer cuidados. A área tem que ser bem preparada, com aplicação de herbicida específico para a cultura a ser implantada e só depois vem a operação de plantio. Na Meiosi, existem algumas opções de cultura intercalar para serem adotadas, como o amendoim, a soja, o feijão e o adubo verde. Cada uma tem que ser bem estudada pelo produtor, pois cultura intercalar deve ser colhida em época que não atrase a desdobra da cana.

A colheita da linha-mãe e o plantio da cana-muda resultante, podem ser realizados manualmente ou com máquina – colhedora de cana e plantadora de cana. A taxa de desdobra com o sistema manual é bem maior que o realizado na operação mecânica, mas, dependendo do volume da área que será renovada, as usinas não têm condições de adotar o sistema manual. Mesmo assim, ainda compensa o sistema Meiosi-MPB.


Fonte: CanaOnline