Clipping

Preços do petróleo caem por temor comercial, mas têm alta na semana após ataque a sauditas

Postado em 23 de Setembro de 2019

Os preços do petróleo recuaram nesta sexta-feira, pressionados por novas preocupações a respeito da guerra comercial entre Estados Unidos e China, mas ainda assim marcaram ganhos na semana, com o Brent registrando seu maior salto semanal desde janeiro, após um ataque à indústria petrolífera da Arábia Saudita no último final de semana.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 0,12 dólar, a 64,28 dólares por barril, enquanto os futuros do petróleo dos EUA recuaram 0,04 dólar, fechando a 58,09 dólares/barril.

As cotações do petróleo, assim como as de ações e grãos, devolveram ganhos depois de o Departamento Agrícola de Montana dizer que autoridades chinesas que deveriam visitar Estados agrícolas dos EUA na semana que vem cancelaram sua viagem a Montana e retornarão à China mais cedo do que esperava-se originalmente.

O cancelamento vem depois de negociações comerciais ocorrerem em Washington e de o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmar que deseja um acordo comercial completo com o país asiático, e não apenas um entendimento para que a China compre mais produtos agrícolas norte-americanos.

Na semana, no entanto, o Brent avançou 6,7%, seu maior ganho desde janeiro, enquanto o WTI subiu 5,9%, seu maior salto desde junho.

 


Fonte: Reuters