Clipping

Presidente da SIAMIG mostra o potencial do setor para a economia de baixo carbono

Postado em 25 de Novembro de 2019

O presidente da SIAMIG, Mário Campos, participou na sexta (22) do debate Conexão Energias Renováveis, promovido pela VB Comunicação, em Nova Lima. Ele mostrou a potencialidade do setor sucroenergético como alternativa para o país, dentro da tendência de transição energética para uma economia de baixo carbono.

Mário Campos ressaltou que o país tem uma situação muito boa porque tem escolhas, diante das várias potencialidades de fontes energéticas. No caso da energia da biomassa, na qual a cana-de-açúcar se encontra, é utilizado hoje apenas o potencial de 15%, considerado muito baixo.

Segundo ele, é preciso entender que a energia da biomassa também é energia solar, sem o sol a planta não cresce. “Precisamos falar agora em energia solar de biomassa”, destacou.

Mário Campos destacou também o potencial do biogás/biometano, já com dois projetos em São Paulo, sendo o setor de cana-de-açúcar o que tem maior potencial nessa área com o uso da vinhaça e torta de filtro. O biogás seria destinado à produção de energia elétrica e o biometano, que é a purificação do biogás, como alternativa de gás para frota veicular.

O etanol também foi distinguido como importante dentro da tendência da busca de energias de baixo carbono. Neste sentido, Minas Gerais se destaca com a utilização do etanol, redução das emissões de gases do efeito estufa e propicia uma maior economia para o consumidor, com o preço mais baixo na comparação com o combustível fóssil, a gasolina.


Fonte: Gerência de Comunicação SIAMIG