Clipping

Prevenção ainda é a melhor estratégia contra incêndios nos canaviais

Postado em 27 de Maio de 2020

Com a proximidade do inverno, período em que se registra maior baixa na umidade do ar, e em períodos de seca, quando os riscos de incêndios são maiores, a Ascana - Associação dos Plantadores de Cana do Médio Tietê - vem reforçar que a prevenção é papel fundamental para que não ocorram incêndios em canaviais.

Essa prevenção para ser efetiva precisa ser praticada constantemente. A ação humana é considerada acidental quando proveniente do mero descuido, como, por exemplo, quando, por falta da necessária consciência a respeito, se dá destinação inadequada aos lixos e entulhos, despejando-os em meio aos canaviais, assim como bitucas de cigarros, lançando-as acesas e a esmo, ao invés de depositá-las em local adequado. Também a realização de práticas de cunho religioso no interior dos canaviais pode ser causa de ocorrência de incêndios. Porém, a ação humana se reveste de natureza criminosa quando praticada intencionalmente apenas para causar prejuízos econômicos e ambientais.

Como dito, o clima muito seco e a baixa umidade do ar potencializam os riscos de incêndio, e não podem ser controlados. Porém, com o controle das fontes externas de risco e a remoção de materiais considerados pontos de ignição, muitos incêndios podem ser evitados. Este ano, foram registrados alguns incêndios nas mais de 13 regiões atendidas pela Ascana. Só no último mês foram registrados dois casos em Lençóis Paulista (SP), onde está a sede da Associação, e um em Areiópolis.

De acordo com a Ascana, os incêndios ocorreram em áreas de plantio de cana de associados, nas quais, apesar do fogo ter se alastrado muito rápido, todas as medidas de combate foram tomadas, visando a diminuir os prejuízos econômicos e ambientais das áreas afetadas. Também foram tomadas as medidas de cunho investigatório, a começar pelo registro de boletim de ocorrência junto à Polícia Civil, ato este realizado em todo evento, seja acidental ou criminoso.

A Associação, lamentando a ocorrência de tais fatos e reforçando que se mantém atenta aos desdobramentos desses casos, agradece o apoio e empenho do Corpo de Bombeiro, Polícia Rodoviária, DER (Departamento de Estradas de Rodagem), com especial ênfase para o apoio que teve das empresas parceiras que foram fundamentais para o controle desses incêndios registrados nos últimos dias.

Atualmente, a Ascana realiza treinamentos de Brigada de Incêndio, qualificando e reciclando 112 profissionais para eventuais enfrentamentos ao fogo. Também possui plano de auxílio mútuo, que conta com 44 caminhões pipa e 109 pessoas comprometidas com o combate a incêndios na região atendida pela associação.

A Ascana destaca ainda, que todos os associados cumprem rigorosamente o que determina o Decreto Lei 47700 e o Protocolo Agroambiental assinado em 2008 entre governo do Estado de São Paulo, Única e Orplana, que antecipou a eliminação do uso de fogo como método despalhador e facilitador do corte da cana-de-açúcar de 2031 para 2016.

 


Fonte: Ascana/Portal G1 - retirado do Portal Siamig