Clipping

Produção de açúcar da Índia cai 21% nos primeiros seis meses da safra, diz Isma

Postado em 1 de Abril de 2020

A produção de açúcar 2019/2020 na Índia alcançou 23,274 milhões de toneladas no período de 1º de outubro a 31 de março, os primeiros seis meses da safra do país, que termina em 30 de setembro. Segundo boletim de acompanhamento da Associação Indiana das Usinas de Açúcar (Isma, na sigla em inglês), o volume é 21,58% inferior ao total de 29,682 milhões de toneladas produzido em igual período de 2018/2019. Segundo a Isma, 186 usinas processaram cana-de-açúcar até o final de março, sendo a maioria delas no norte da Índia, ante 240 unidades em produção um ano antes.

Na região de Maharashtra, a fabricação de açúcar registrou forte queda de 44,19%, ao passar de 10,516 milhões de toneladas até o fim do mês de março do ano passado para 5,870 milhões de toneladas até ontem. Das 146 usinas que trabalhavam na safra de 2019/2020, 118 encerraram as operações.

Em Uttar Pradesh, 119 unidades estavam em operação até 31 de março deste ano e foram produzidas 9,720 milhões de toneladas, alta de 1,59% ante as 9,567 milhões de toneladas registradas um ano antes, quando 114 usinas atuavam no setor.

O relatório destaca que embora a disseminação do novo coronavírus e os bloqueios decorrentes das medidas de contenção da doença tenham interrompido a circulação de açúcar em um primeiro momento, intervenções do governo possibilitaram um aumento na comercialização de commodity nos últimos 4 a 5 dias. “A ISMA garantiu ao governo que há açúcar suficiente nas usinas e, portanto, não haverá nenhum problema de disponibilidade desse item essencial para os consumidores”, afirmou a associação, acrescentando que “as usinas estão fazendo todos os esforços para garantir que os agricultores não enfrentem nenhum problema”.


Fonte: Estadão Conteúdo