Clipping

Produção de açúcar do CS será a menor em 12 anos; nova safra similar, diz Datagro

O centro-sul do Brasil deve produzir 26,38 milhões de toneladas de açúcar na safra 2018/19, que está nas últimas semanas, o menor volume em 12 anos devido à reduzida safra de cana e à maior destinação de matéria-prima para fabricação de etanol, disse a Datagro nesta terça-feira.

A estimativa anterior da consultoria para a temporada vigente era de produção de 27,28 milhões de toneladas.

Quanto à temporada 2019/20, que se inicia em abril, a Datagro projetou uma quantidade semelhante à deste ano, com 26,4 milhões de toneladas.

A redução na produção brasileira de açúcar tanto neste quanto no próximo ciclo deve mexer com o balanço de oferta global, passando de um superávit para um déficit e, consequentemente, favorecendo uma recuperação nos preços da commodity na Bolsa de Nova York.

A Datagro agora vê um déficit global de 1,58 milhão de toneladas na safra 2018/19 (outubro a setembro). A consultoria espera que o déficit pule para 7,51 milhões de toneladas na temporada seguinte (2019/20), já que também reduziu as perspectivas de produção para Índia, Tailândia e Europa devido ao clima desfavorável e menores áreas de cultivo.

“Apesar do aumento nos preços do açúcar, o etanol continua a dar melhores retornos às usinas no Brasil, então esperamos que elas continuem a dar preferência ao biocombustível na próxima temporada”, disse o presidente da Datagro, Plinio Nastari, a jornalistas, na conferência internacional anual da consultoria, em São Paulo.

A Datagro vê as usinas alocando apenas 35,5 por cento da cana para a produção de açúcar no próximo ano.

Nastari disse que o mix de produção entre etanol e açúcar pode mudar no final da próxima temporada em favor do açúcar se os preços para o adoçante continuarem a subir.

MOAGEM MAIOR
A consultoria revisou seu número de moagem de cana para a próxima temporada no centro-sul do Brasil para 570 milhões de toneladas, ante 540 milhões de toneladas previamente, dizendo que a precipitação recorde na região em outubro impulsionará os canaviais da nova safra.

Se confirmado, seria o primeiro aumento de safra no centro-sul nos últimos quatro anos.

“Isso se deve basicamente às amplas chuvas, porque o cuidado com a lavoura não melhorou, nem a renovação do canavial”, disse Nastari.

ÍNDIA
A Datagro revisou sua visão da produção de açúcar na Índia para 32,5 milhões de toneladas, ante 33,9 milhões de toneladas anteriormente.

A consultoria cortou sua estimativa para a produção da Tailândia para 13,35 milhões de toneladas, contra 14,68 milhões de toneladas na temporada anterior.

O clima mais seco do que o normal diminuiu a produção nos dois países, disse Nastari, acrescentando que a consultoria espera uma área de cana menor na Índia na próxima temporada porque o plantio foi atingido pela falta de chuvas.

 

Por Marcelo Teixeira


Fonte: Reuters