Clipping

Produtores apontam produção de biocombustível como forma de gerar emprego

Em reunião com o presidente Michel Temer, integrantes do setor sugerem aumento da porcentagem na mistura com o óleo diesel


Em reunião com o presidente da República, Michel Temer, representantes do setor de biocombustível afirmaram que o aumento da produção é uma forma de auxiliar o País na tarefa de retomar a geração de empregos. Como alternativa para abrir postos de trabalho, produtores sugeriram a antecipação da mistura obrigatória de biodiesel ao diesel neste ano e em 2018.

Para setembro de 2017, a mistura ficaria em 9% (conhecida como B9), pela sugestão dos produtores. Em março do próximo ano, subiria para 10% (B10).  Atualmente, todo o óleo diesel consumido no Brasil conta em sua composição com 8% de biodiesel (B8). Representantes acreditam que a medida, além de benéfica ao meio ambiente, pode contribuir com a geração de emprego e renda no País.

“Com o avanço para B9 e depois para B10, vamos beneficiar mais a matéria prima produzida no Brasil, fazer que fábricas de biodiesel fechadas voltem a operar, gerando emprego, e contribuir para a balança comercial brasileira importando menos diesel”, afirmou o presidente da Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil (Aprobio), Eramos Carlos Battistella, um dos presentes na reunião.

Dependência
Outro ponto positivo é tornar o Brasil menos dependente da importação do combustível fóssil, estimulando o beneficiamento local de grãos, como a soja, que são matéria prima do biodiesel.  “Hoje exportamos muita soja em grão, que vai ser industrializada em outros lugares. O que efetivamente queremos é que essa soja seja transformada em biodiesel”, disse o deputado Evandro Gussi (PV-SP).

O aumento da mistura pode contribuir também para o reaquecimento das indústrias do setor, pontua o presidente da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), Juan Diego Ferrés. “A ociosidade do setor de biodiesel exige uma urgência dessa medida, porque metade das unidades produtores está paralisada. Temos um País com enorme potencial de produzir biocombustíveis e que se beneficia a cada adicion


Fonte: Portal Planalto