Clipping

RenovaBio é exemplo de política pública moderna

Com o uso de algoritmos e contratos inteligentes em sua formulação, o RenovaBio é exemplo de uma política pública moderna e eficaz, destacou Miguel Ivan de Oliveira, diretor do departamento de biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia (MME), em palestra no painel “Políticas Públicas: Induzindo o setor privado na direção desejada”, no Global Agribusiness Forum (GAF), nesta segunda-feira (23), em São Paulo (SP).

Segundo Miguel Ivan, o RenovaBio é uma política eficiente porque endereça ao mercado financeiro características/externalidades ambientais positivas da produção de biocombustíveis.

“O RenovaBio reconhece que o setor sucroenergético fornece à sociedade um serviço que os combustíveis fósseis não fornecem, no caso, a redução de emissões de gases de efeito estufa. Logo, o RenovaBio premia quem presta um serviço melhor.”

De acordo com o representante do MME, o mesmo raciocínio pode ser aplicado para o desenho de uma política pública que dê valor financeiro à floresta em pé. Para Miguel Ivan, políticas públicas modernas precisam de estruturas mais simples, menos burocráticas.

Também palestrante no mesmo painel, Omar Al-Khan, diretor da Câmara de Comércio e Indústria de Dubai [Emirados Árabes], ressaltou que o seu país privilegia a economia aberta, com o comércio respondendo por 30% do PIB. Em sua fala, Omar salientou a importância e a necessidade de fortalecimento da corrente comercial agrícola exportadora entre América Latina e Emirados Árabes.


Fonte: GAF - retirado do site da UNICA