Clipping

Safra 18/19 em AL entra no sexto mês de moagem

Iniciada no dia 13 de agosto do ano passado, a safra 18/19 entrou no sexto mês de operação. Das 15 unidades industriais, que participam deste ciclo da cana em Alagoas, seis já finalizaram a moagem. Em janeiro, encerraram a safra a Santa Maria, Taquara, Leão, Santa Clotilde e neste mês de fevereiro a Seresta e a Copervales.

De acordo com informações repassadas pelas próprias unidades industriais para o Sindaçúcar-AL, até a próxima semana, a Pindorama também deve finalizar a moagem. Outras cinco usinas só deverão encerrar o ciclo em março e mais duas (Caeté e Coruripe) apenas em abril, prolongando a safra por oito meses.

Segundo o levantamento apresentado pelo departamento Técnico do Sindaçúcar-AL, fica mantida a expectativa inicial de produção das unidades para a safra 18/19 que é de 16 milhões de toneladas de cana processadas.

Com isso, em comparação a produção final do ciclo 17/18, quando o setor sucroenergético alagoano amargou a menor safra da histórica com apenas 13 milhões de toneladas de cana beneficiadas, deve ser registrado um crescimento de 16% neste ciclo da cana em Alagoas.

Com exceção da Santa Maria e da Santa Clotilde, que encerraram a moagem com uma variação negativa na quantidade de cana esmagada de 23% e 4,5%, respectivamente, as demais unidades deverão ter um ciclo de crescimento.

As usinas anunciaram ainda que, até o final da safra, deverão ser produzidas 1,2 milhão de toneladas de açúcar e mais de 473 milhões de litros de etanol. Deste total, estima-se que mais de 211 milhões sejam do tipo anidro e pouco mais de 262 milhões de litros do hidratado.

 

 

 

 


Fonte: Jornal de Alagoas