Clipping

Safra de cana pode ficar acima de 18 mi de toneladas

Postado em 21 de Outubro de 2019

Com a safra 19/20 a pleno vapor, o diretor Técnico da Asplana e pesquisador do Programa de Melhoramento Genético da Cana-de-Açúcar (PMGCA) da Ufal/Ridesa, Antônio Rosário, declarou que o setor deve processar mais de 18 milhões de toneladas de cana.

As unidades industriais e os fornecedores de cana alagoanos deram início, no ciclo passado, quando foram beneficiadas 16,3 milhões de toneladas, a um processo de retomada do crescimento.

“Antes do inicio da moagem já falávamos em 18 milhões de toneladas diante dos investimentos feitos, regularidade das chuvas, adubação, plantio de áreas e pelo próprio entusiasmo do setor. Hoje, já falamos que este número pode ser ainda maior. Pela produtividade que nós estamos vendo de norte a sul acredito que, a partir de novembro, deveremos ter as melhores ATR do ciclo, fechando em Alagoas acima dos 136 kg por tonelada de cana”, destacou de forma otimista o pesquisador.

Segundo Rosário, as esperanças também estão voltadas para o aumento dos preços do açúcar e do etanol que resultam em um reflexo direto no preço da cana, contribuindo para o reforço das finanças dos fornecedores e das usinas.

“Outra boa noticia é que o aumento da produtividade está bem maior que a safra passada. Isso já nos faz pensar nos ganhos que poderão ocorrer já na próxima safra”, afirmou o diretor da Asplana, acrescentando que se as chuvas continuarem ocorrendo na região canavieira de Alagoas, nos próximos meses, há uma tendência de que as usinas estendam um pouco mais a moagem.

 


Fonte: Assessoria Jornal de Alagoas